Translate

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Hoje e sempre enamorados


A tua voz…
A tua boca…
Um mar de sussurros frementes,
a flutuar nas ondas risonhas de luz
que brotam
da espuma renovada nos teus olhos.
 
O teu corpo…
A tua pele…
Fonte adornada pelo teu bem-me-quer,
estrela-do-mar do teu secreto coral
a semear revigorados humores,
rio inundado
de aromas vivos de algas.
 
O teu mar…
O teu beijo…
Nele me envolvo primevo,
num mergulho túmido
que me transforma,
que me aplaca em bálsamos de sargaços
no embalo de um colo divinal.
 
Porque afogamos num rio sem margens
os gritos a uma só voz,
num só corpo,
na corrente redentora de dois mares
hoje e sempre enamorados.
 
Jaime Portela


55 comentários:

Teresa Silva disse...

Lindas palavras!

Bjxxx
A Pequena Boneca de Trapos | Facebook | Instagram

Gracita disse...

Que lindo esse afogar nesse rio do amor
Um poema belíssimo Jaime
Um bom dia para você
Beijos no coração

Gaby Soncini disse...

Quanta beleza para começar o dia!

Abraços!

Karocha disse...

Que beleza Jaime

Bfs

Bjocas

Arco-Íris de Frida disse...

Nossa!!! que lindo o poema... principalmente o final... adorei...

Beijos...

lua singular disse...

Oi Jaime, a vida tem que ser assim: com comprometimento,amor e paixão sempre, do contrário a vida fica sem graça
Amei sua poesia
Tenho uma participação lá no Minicontista2, se quiser dar uma olhadela vou gostar.
Beijos
Lia Singular

Ana Freire disse...

Maravilhoso poema... onde mar e amar... se conjugam num enamoramento perfeito...
Mais um trabalho excepcional, Jaime! Muitos parabéns, pela magnífica inspiração!
Beijinho! Resto de uma óptima semana!
Ana

Brisa disse...

Que belo poema de amor Jaime...
Arrepiei-me ao ler-te... Senti-me a flutuar neste rio sem margens... Envolvi-me na leitura ao som de uma melodia...

Bjo e desejo-te um bom fim de semana que está próximo

Helena disse...

Que belo é o sentimento que se funde
"num só corpo,
na corrente redentora de dois mares
hoje e sempre enamorados."
Porque ainda é o amor que traz as mais sentidas e profundas emoções e causam os prazeres que embalam os corações apaixonados.
Um belo poema, meu querido, com essa tua marca de genialidade.
Sorrisos e estrelas, sempre, nesse teu caminhar palmilhado de poesia.
Helena

Artes e escritas disse...

Saber escrever metáforas é uma arte quando as pessoas estão espumando o horror das trágicas cenas do dia. Um abraço, Yayá.

saudade disse...

Hoje e sempre e desde sempre a adorar ler-te...
Belo poema, sabe bem deixar-me levar por esse rio sem margens...
Beijo de...
Saudade

Marta Vinhais disse...

E vaguear sempre por esse mar de emoções que é amar...
Com todos os seus segredos e cumplicidades...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Aninha Ferreira disse...

se sao enamorados hoje que seja para sempre

MEU DOCE AMOR disse...

Olá.

Gostei muito destas palavras.Que a corrente seja fresca e redentora...

Beijinho doce:)

O Puma disse...

Amor sem fronteiras

Edumanes disse...

Imaginando, pela macia esse corpo,
nadando no rio de algas inundado
se calhar salvou-se do naufrágio
por não ter ciúmes do amor louco?

Desejo-lhe um bom fim de semana,
caro amigo poeta Jaime Portela, um abraço,
Eduardo.

Edumanes disse...

Corrijo: Pele macia e não pela!

Minhas Pinturas disse...

Olá poeta lindo e apaixonado poema.
bjs.Léah

Aline Goulart disse...

Adoro como tu consegues fazer tantas analogias magníficas em seus poemas. Parabéns! Beijinhos e ótimo fim de semana.

tulipa disse...


Olá Jaime

Tenho uma novidade para te contar
vou enviar por mail...

Mais um trabalho excepcional, Jaime!
Muitos parabéns, pela magnífica inspiração!

O teu mar…
O teu beijo…
Nele me envolvo
e... mais não digo!

Aproveito agora para lhe agradecer a visita ao meu blog
e o comentário que deixou

Caso queira, acabei de fazer um post novo:
http://tempolivremundo.blogspot.pt/

Continuação de óptimo verão

Bom fim de semana. Bjs

Pedro Luso disse...

Caro Jaime,
Este é mais um dos seus inspirados poemas, no meu entender. Gostei. Parabéns.
Um abraço.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Jaime.
Lindo o seu poema.
Ser eternamente enamorados aflorando os mais sensíveis sentimentos, é o sonho mais íntimo de cada um, infelizmente, nem sempre dá certo, aqui, fluiu muito intensamente.
Tudo de bom.
Beijos na alma.

Machado De Carlos disse...

O seu poema lembra as ondas do mar, como uma vela perdida nas ondas, só que nesse caso; um beijo. Excelente! Abraços querido amigo!

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Muito lindo, apaixonante poema!
Abraço e bom fim de semana!

Pensamentos Com Asas disse...

Olá!
Obrigada pela visita Jaime.
Um ótimo fim de semana. Bjs

Toninho disse...

Que linda inspiração amigo!
Assim como ver o mar na primeira vez e ver surgir das águas a sua musa inspiradora.
Isto é magia das boas e chamamos de poesia da melhor qualidade.
Aplausos.
Um abração e bom fim de semana.

Suzete Brainer disse...

Poema belíssimo, um mar de metáforas do Poeta Jaime Portela
que canta na beleza poética, o amor de corpo e alma, o
sublime do amor em querer eternizar-se nas ondas finitas da vida.
Mas, o amor é sempre assim, por isso, é o melhor de todos os sentimentos.
Parabéns pelo poema, amigo Jaime.
Beijo.

Mariangela do lago vieira disse...

Um lindo extravasar do amor neste rio sem margens. Gostei muito!
Lindo poema Jaime!
Abraços,
Mariangela

Natalia Canais Nuno disse...

O amor é como uma oração que o Poeta repete sem cansar... um sentimento mágico que o traz cativo numa bela inspiração... foi um prazer a leitura. Bom domingo. Bj.

Majo Dutra disse...

~~~
Belíssimo!

Aprecio sobremaneira a poesia delicadamente erótica
entre seres apaixonados que muito se amam.
Uma homenagem ao prazer partilhado e glorificado...

Não se nota o menor vestígio de vulgaridade, opção
que abomino neste género de poesia...

Estás de parabéns, Jaime.
Vou anotar este poema.
Beijo, amigo.
~~~~~~

© Piedade Araújo Sol disse...

JP

um poema onde a musa é rainha e onde a paixão, a partilha e amor se juntam e dedilham ternuras...

muito inspirador.

beijo

:)

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Jaime.
Um poema belíssimo, o amor é algo muito belo. Um feliz domingo meu amigo. Enorme abraço.

Tais Luso disse...

Muito bonito, inspiradíssimo Jaime!
Um lindo domingo!
Beijos.

Andreia Morais disse...

Belíssimo poema!

r: Verdade :/
Obrigada e igualmente*

Daniel Costa disse...

Jaime

Magnifico poema sentimental, a informar que a tua mente respira poesia.
"Verdadeiro rio sem margens".
Abraço

heretico disse...

belo poema, meu caro amigo...
apreciei ler e, em especial, a tensão erótica pronta a explodir.
sem que, contudo, o poema perca equilíbrio.

abraço

Teresa Isabel Silva disse...

Está tão bonito...

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Graça Pires disse...

Bem, Jaime, isto é paixão. Aqui conjuga-se verso a verso, o verbo amar...
Um beijo.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, lindo mar e rio sem margem, poema é maravilhoso, com o seu dom, só pode ser.
Boa semana,
AG

Teresa Silva disse...

Fabuloso!

Bjxxx
A Pequena Boneca de Trapos | Facebook | Instagram

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Jaime,como diz o amigo Daniel:A tua mente respira poesia.
São palavras escritas com muita sensibilidade sobre o amor,sem limite para amar.

Adorei.

Bjs e obrigada pela visita.
Carmen Lúcia.

graça Alves disse...

Que lindo "Rio sem margens", mas com muitos contornos :))
beijinho

Zilani Célia disse...

OI JAIME!
QUE COISA LINDA AMIGO, POESIA DA MELHOR QUALIDADE.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Mariazita disse...

É complicado comentar os teus poemas sem se ser repetitivo… já que todos são excelentes, embora cada um que se lê pareça melhor que o anterior.
Para mim, que adoro o mar, a sua rima só poderia ser… amar, e a sua envolvência… “hoje e sempre enamorados”.
Parabéns por mais um momento de delicado prazer que me proporcionaste, Amigo Jaime.

Votos de uma semana muito feliz.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Rio sem margens, mar imenso,
Como o Amor sem Lei, sem prisão.
Rio sem margens, vasto e denso,
Que mantém no alto, suspenso,
O sussurrar do coração.


Abraço
SOL

Fê blue bird disse...

Um Poema intenso e sedutor, pela intensidade das palavras e dos gestos.

Parabéns Poeta e Amigo Jaime.

Odete Ferreira disse...

Um poema onde o poeta ora nada ao sabor das ondas, ora mergulha para nelas afogar os sentidos. Arrebatador, este amor de plenitude feito!
Bjo, amigo :)

Smareis disse...

Soberbo teu poema Jaime.
Adorei!
Abraço!

rosa-branca disse...

Muito belo e que assim seja, sempre. Jaime tem uma boa semana e beijos com carinho

Maria Rodrigues disse...

Todos sonhamos em encontrar um amor eterno.
Belissímo poema
Um abraço
Mari

Fá menor disse...

Há mares assim enamorados e marés redentoras.
Bjs

Emília Pinto disse...

A vida é como o mar, cheia de marés e os rio, tendo ou não margens também não segue sempre calmo no seu leito, Vez ou outra um precipicio aparece e lá cai ele, feito cascata, com as águas espumando como se estivessem raivosas. Somos assim, nós também, nem sempre calmos, raivosos tantas vezes, com altos e baixos. Mas o rio e o mar são amantes, não vivem um sem o outro e, sendo muito diferentes um corre para o outro, maior, imenso e de uma profundidade tremenda, mas que no entanto o recebe de braços abertos e se fundem num só, feito amantes, " hoje e sempre enamorados". Que mais dizer, Jaime? Nada! Aqui disseste tudo e muito bem. Beijinhos e fica bem !
Emilia

Jaime Portela disse...

============================================================

Caros amigos
Obrigado pelos vossos comentários. Voltem sempre.
Entretanto, acabei de publicar novo poema. Espero que gostem.
Continuação de boa semana para todos.
Saudações poéticas.

============================================================

Agostinho disse...

Um tema caro ao Jaime: o namoro.
A sequência de imagens cria a ilusão de assistirmos a uma fita em tons estivais.
Estou de regresso à tarimba, tenho para entrar algumas palavras(co)incidentes, que verão, à espera do boneco.
Abraço.

ANNA disse...

deixo el meu blog de poesies per si vols visitar.lo gracies.
http://anna-historias.blogspot.com.es