Translate

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Vira picado


Quando acarinho o teu corpo
[planície ondulante
numa dança de ventre de trigo maduro]
crescem-me as mãos nos dedos da ternura
como lírios viçosos
nas águas do bem-estar orvalhado.
 
Quando olho os teus olhos,
que em chamas candentes me procuram ávidos,
o meu coração bate menino mimado
pelo brilho
[imparcialmente seduzido e sedutor]
do teu olhar.
 
Quando nos abraçamos,
enterramos a distância que separa o sol e a lua
para nos absorvermos inteiros
na espessura de vácuos protectores.
Vestem-nos de paz aguerrida
ao morrermos despertos
em ecos nus de ruivas cores acordadas.
 
Num mar de afectos encrespado de bonanças,
ao som de calmarias que adormecem navegantes,
sou marinheiro a ti ancorado
no vira de cruz
da vida que de malhões se vai agitando.
 
Meu amor, canta, dança, dissolve as contradanças,
não há vira picado que vire a alegria.
És a moira que canta
a dança dos dias no fogo da noite ateada.
 
Jaime Portela

53 comentários:

Arco-Íris de Frida disse...

Num mar de afectos encrespado de bonanças,
ao som de calmarias que adormecem navegantes,
sou marinheiro a ti ancorado
no vira de cruz
da vida que de malhões se vai agitando.

Achei lindo esse pedaço do poema...

Zilda Oliveira disse...

Poema que exalta o amor como uma dança de dois apaixonados. Gostei da analogia do corpo como uma "Planície ondulante...". Parabéns pelo lindo poema, Jaime. Bom dia! Beijinhos

Odete Ferreira disse...

Todo o poema é uma dança de sedução e um hino à alegria. Que dancem e se encantem, pois, os amantes! É seu esse tempo! Belo!
Bjo, amigo :)

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Belos versos de amor para a amada!
Muito lindo Jaime.
Bjs-Carmen Lúcia.

Edumanes disse...

Vira picado,
depois de picado ser
neste mundo de lágrimas inundado
caídas dos olhos de tanta gente a sofrer.

Mas, não foi para de tristeza,
que eu aqui vim parar
venho sim com as forças da natureza
seu espaço em liberdade visitar.

Não precisa de ter fama,
não deixa, continua,
a acarinhar quem você ama
como anda o sol atrás da lua!

Boa tarde caro amigo poeta,
Jaime Portela, um abraço,
Eduardo.

Mariangela do lago vieira disse...

É muito lindo poder cantar e dançar o amor, com muita alegria!
Lindo poema Jaime, parabéns!
Grande abraço e uma ótima tarde!!
Mariangela

Diana Fonseca disse...

Que poema lindo. Fiquei encantada!

Marta Vinhais disse...

E no mar de afectos... ama-se apenas....
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Majo Dutra disse...

~~~
Bela e perfeita...
É assim que eu gosto da poesia erótica,
o canto elevado de uma sexualidade amorosa e vibrante,
sem qualquer recurso a uma imagética ou oralidade menos nobres...
Parabéns, Jaime.
Beijo amigo.
~~~~~~

Cidália Ferreira disse...

Boa noite Jaime
Que poema fantástico! Soberbamente belo!

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Célia Rangel disse...

Criatividade assim, só pode existir em que sublima o amor no mais elevado altar da dignidade! Poema tocante. Seres existentes e comprovadores de que é possível amar, ser amado e deixar-se amar!
Abraço.

Brisa disse...

Meu querido amigo Jaime
São carinhosas as tuas palavras...os teus dedos são ternura...e quando olhei o teu abraço,da tua alma enamorada,neste mar onde tu és marinheiro,agita-se os teus sentidos...
É muito belo este vira dos enamorados,Poeta...

Bjo meu grande amigo e desejo-te um bom fim de semana

heretico disse...

gostei muito de ler o poema, caro Jaime

Pedro Homem de Mello não desdenharia esse "Vira Picado"

abraço, meu amigo

Suzete Brainer disse...

Mais um belo poema com a tua voz poética
inconfundível, amigo!

Esta estrofe é sublime e todo o poema
é inspiração e excelência:
"Quando olho os teus olhos,
que em chamas candentes me procuram ávidos,
o meu coração bate menino mimado
pelo brilho
(imparcialmente seduzidos e sedutor)
do teu olhar."
Um ótimo final de semana para ti, Jaime!
Beijo.

Gracita disse...

Uma belíssima e sensual dança do amor de dois seres extremamente apaixonados
Um poema de excelência amigo Jaime
Beijos

Minhas Pinturas disse...

Querido amigo Poeta, Gosto de seus poemas, mas este só tenho uma palavra para saberes o quanto gostei, sensacional!
Parabéns
Léah

Obrigada por suas lindas palavras para meu trabalho, e votos de felicidades para minha filhota e todos nós.
Bom final de semana,
beijinhos.

Aninha Ferreira disse...

cantar e dançar vira sempre em alegria :)

graça Alves disse...

Tudo dito!
Parabéns!
beijinho

Graça Pires disse...

Uma dança sem véus. Como um alvoroço nas teias do prazer. Gostei muito, Jaime.
Um beijo.

Andreia Morais disse...

Gostei sempre!

r: Muito, muito obrigada
Bom fim de semana*

Daniel Costa disse...

Jaime
Rimar ao som do malhão, vira sempre certo, para excelente poema, como se pode ver.
Abraços

Daniel Costa disse...

Postagem “Maranhão – São Luis”
Veja e comente o post
http://amornaguerra.blogspot.pt/
BRASIL: O SORRISO DE DEUS.

abraço

VITORIO NANI disse...

Mais um excelente poema, amigo Jaime!
Desculpe, mas achei estranho o título. Pesquisei e achei o vira picado aqui https://www.youtube.com/watch?v=SdDpRQR3p14 . Abraços!

CÉU disse...

Quando se faz amor, assim de verdade, há vira, malhão e até cante, de sedução mourisca.
Gostei mto, Jaime!

Agradeço visitas e palavras gentis deixadas no meu blogue.

Beijo e bom domingo.

Machado De Carlos disse...

As danças fantásticas pairam sobre nossos olhos... Como não imaginar um amor entre o Sol e a Lua, mesmo sabendo que não haverá um encontro?
Grandes versos, querido amigo! Abraços...
Um belo final de Semana para você!

Arte & Emoções disse...

[planície ondulante numa dança de ventre de trigo maduro] Belo e profundo Jaime. Parabéns!

Abraços,

Furtado

Fá menor disse...

Sempre mar... ondulante e sedutor!

Bjos

saudade disse...

Canta e dança nos braços amados....
Muito bom o teu poema.
Beijos de....
Saudade

Fábio Murilo disse...

Ah, a mulher, cantada e decantada em versos e prosa. Abraços!

Aline Goulart disse...

Poema que exala desejo, carinho e amor. Adoro! Cantar e danças nos braços de quem a gente ama é um êxtase extraordinário.
Ótima semana. Beijinhos.

José Carlos Sant Anna disse...

E segue ancorado, ainda que já tenha naufragado na "planície ondulante
numa dança de ventre de trigo maduro" deste mar. Belas imagens, belo poema!
Forte abraço,

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Jaime.
Meus parabéns pelo belo poema. A dança do amor sempre me encanta E com sensualidade é bem estimulante. O amor é o sentimento muito lindo. Um feliz mês de agosto. Abraços.

Teresa Isabel Silva disse...

Nunca fico desiludida com os teus textos!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Mariazita disse...

A dança da sedução, descrita em pormenor, com a ternura do lírio, a alegria da contradança e o fogo da paixão.
Poema excepcionalmente bonito.

Resp. - Ainda não estou de férias. Vou ausentar-de (como habitualmente) em Agosto e Setembro. Deixarei programadas três postagens, a primeira das quais para o próximo dia 6. As restantes têm lá as datas anunciadas. Ainda me mantenho por cá mais dois ou três dias... depois parto para uma praia paradisíaca. No regresso publicarei fotos - espero!

Votos de uma semana muito feliz, amigo Jaime.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

© Piedade Araújo Sol disse...

JP

este é um poema dançante de afectos com uma mescla de sensualidade que ficou muito bem.

muito bom

boa semana.

beijo

:)

São disse...

Continuas a encantar-me com a tua poesia.

Grato abraço

Ana Freire disse...

Adorei este mar de afectos... sob a forma de palavras, neste incrível e inspirado poema, Jaime!
Deixando um beijo e um abraço, e fazendo votos de que tenha um excelente mês de Agosto, e umas boas férias, se for o caso!...
Vou ausentar-me umas semanitas, e em princípio lá mais para o final do mês, estarei de volta... se não houver novidade...
Tudo de bom!
Ana

Ana Tapadas disse...

Lirismo em ritmo de dança. Muito belo.

Beijo

rosa-branca disse...

E quem é que não gosta de um vira picado assim? Maravilhoso poema que amei demais. Amigo Jaime, tem uma boa semana e beijos com carinho

Zilani Célia disse...

OI JAIME!
UMA DANÇA DE CORPOS E ALMAS QUE SE COMPLETAM.
ACHEI LINDO DEMAIS.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Teresa Silva disse...

Estou completamente rendida às tuas palavras!

Bjxxx
A Pequena Boneca de Trapos | Facebook | Instagram

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Bailam-se os malhões do sentir, com o sentir as ondas no seu vai-vem sem fim.
Precioso Poema de Amor.
Parabéns, Jaime.

Abraço
SOL

Ana Simões disse...

Lindo!!! Este poema "bailarino" dançando entre a sensualidade o amor e os afectos.
Muito intenso e lindo. como sempre.
Bom fim de semana. Jaime. Beijinho amigo.

mixtu disse...

moira que dança
que encanta
que ama e é amada...

moira encantada

poesia...

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Parabéns por esse dom da palavra!
Abraço

Isa Martins disse...

Que belo, linhas que encantam a alma, que dançam aguardando os aplausos daqueles que sabem apreciar um lindo poema!
Meu amigo poeta, desejo-lhe sempre infinitas inspirações para que possamos nos deleitar com teus versos.
Beijos e abençoada semana!

Natalia Canais Nuno disse...

Belas metáforas, num poema inebriado de amor, todo ele harmonioso...
Foi um bom momento de leitura que agradeço.

Um abraço, desejo continuação de boa semana com muita inspiração.

Ana Freire disse...

Creio já ter vindo comentar este belíssimo post, de qualquer forma, já não estou certa se me teria despedido do Jaime, agora por estes dias, em que farei uma pausa no blogue... por isso deixo um beijinho e um forte abraço, assumindo que tudo estará bem, aí desse lado, e o Jaime também se encontre de férias...
Pela minha parte, contando voltar aos blogues, lá para o início de Setembro!...
Até lá, então!... E tudo de bom!
Até breve!
Ana

Mar Arável disse...

Nas mãos
as vossas flores

Maria Rodrigues disse...

Um mar de amor que em forma de poesia toca o nosso coração.
Magnifico poema
Um abraço
Maria

Tais Luso disse...

O amor é lindo em qualquer dimensão; nada tão oportuno para os dias atuais em que são despejados nesse mundo montes de frustrações, mágoas e desencantos.
Muito inspirado, amigo Jaime!
Bjs

Smareis disse...

Um poema musicado. Lindeza de inspiração.
Gostei muitíssimo Jaime.
Abração e uma boa semana!

Jaime Portela disse...

============================================================

Caros amigos, obrigado pelos vossos comentários. Voltem sempre.
Entretanto, acabei de publicar um novo poema. Espero que gostem.
Continuação de boa semana para todos.
Saudações poéticas.

============================================================