Translate

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

A seiva que nos percorre


Imprimes, na tua pele,
o pranto que leve se afoga na claridade
embriagada às nossas mãos concubinas,
porque não sabemos escrever
cantos de pétalas caídas na areia.
 
Sobre os teus muros,
derramas uma chuva de lágrimas
que se apagam no sol em que ardemos,
porque transborda no teu olhar
o verde transparente
de grinaldas em claros desejos costuradas.
 
Com sombras, moldas o rodapé do teu sonho
[porventura animada por chapéus de dois bicos],
mas logo sublimadas na luz dos beijos
que ainda não demos,
porque despimos qualquer mágoa verdadeira
que, derrotada, se torna moribunda.
 
Porque a seiva que nos percorre
é vinho destilado,
já que o nosso delito arde
num cadinho de cinza, justa e fecunda.
 
Jaime Portela

41 comentários:

Nany C. disse...

lindo!!...

beijos em teu coração, meu amigo!

José Carlos Sant Anna disse...

É sempre um deleite perscrutar daqui da outra margem a floração da sua poesia. Sempre muito rica. É sempre um bom vinho que se degusta sob as suas belas imagens.
Forte braço, caro Jaime!

Suzete Brainer disse...

Caro amigo,

A sua poética canta sempre o amor na expressão
mais bela e genuína...

Como referência (nunca comparativa...),
a sua poética me aciona o belo caminho poético
do Pablo Neruda e de Vinícius de Moraes nesta
sua expressão sobre o amor-paixão.

Aprecio sempre a leitura que faço aqui, Jaime.
Bom final de semana, amigo.
Beijo.

Cidália Ferreira disse...

Fantástico poema!Amei

Beijinhos

lua singular disse...

Oi Jaime,
Sabe que estou dodói e esqueceu de mim.
Você sabe que adoro suas poesias
Beijos
Lua Singular

Brisa disse...

Olá meu querido amigo Jaime

Tu sabes escrever lindamente...e o teu olhar, é verdadeiramente transparente...
Sem sombras transpareces a seiva abundante que percorre,cada sílaba,cada parágrafo da tua bela poesia...

Obg pelas tuas palavras e desejo-te um bom final de semana
Beijinho

Manuel Veiga disse...

os teus poemas são sempre impregnados de uma "autenticidade" que os torna admiráveis. não há aqui palavras emboscadas e os sentimentos fluem naturalmente, como banquete de vida que se sorve com prazer.

abraço, meu caro amigo Jaime

Gracita disse...

O amor é tônica que perpassa soberbamente todos os versos de forma envolvente
Um amor legitimado por singulares expressões poéticas
Belíssimo poema Jaime. Amei ler!
Beijos

Tais Luso disse...

É um presente para os amantes da poesia quando os poetas têm um bom estilo! A autenticidade de sua natureza criadora pode ser um bálsamo para muitos. O caminho do poeta não é despertar ânsias?
Belo poema.
Bjs, amigo Jaime.

Pedro Luso disse...

O poeta sabe que no caminho percorre, municiado de palavras, acabará encontrando o seu canto para homenagear o amor. Assim são os poetas…
Um abraço, caro Jaime.

M. disse...

Muito belo e denso este poema!
Boa sexta :)

Marta Vinhais disse...

Mas fica tudo escrito nas pétalas caídas na areia... Porque a paixão percorre cada linha, cada recanto do corpo...
Uma perfeita maravilha...
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Mariangela do lago vieira disse...


Que maravilhoso poema, Jaime!
Expressando o amor com maestria e muita beleza. Amei.
Um lindo dia, tudo de bom!
Mariangela

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Jaime,admiro a sua versatilidade em escrever lindas poesias.
Suas mãos descrevem em cada palavra um designer de pintura pincelada com sentimentos de amar.
Gostei muito.
Bjs,obrigada pela visita e um lindo final de semana.
Carmen Lúcia.

Aninha Ferreira disse...

e devemos despir sempre as magoas

Minhas Pinturas disse...

Olá Amigo poeta é sempre muito bom ler e absorver seus versos em metáforas inspiradoras, nas suas poesias sente-se a vida pulsando. São sempre lindos poemas que leio e me embriago.
bjs. Léah

Ailime disse...

Boa tarde Jaime,
Magnifico poema.
Há momentos em que necessitamos fazer a catarse do amor porventura ferido, porque profundo.
Beijinhos e bom fim de semana.
Ailime

Pensamentos Com Asas disse...

Um poesia rica de beleza...

Graça Pires disse...

Há palavras de fascínio a assinalar um amor quando o poema se torna o pressentido anúncio de uma festa...
Um magnífico poema, Jaime!
Beijos.

Célia Rangel disse...

Um poema que percorre nossa veia poética em total deslumbramento da sensualidade! Há uma seiva que se eterniza no amor. Magia plena!
Abraço.

Zilani Célia disse...

OI JAIME!
TEUS POEMAS NÃO SÃO PARA SEREM LIDOS UMA SÓ VEZ, PRECISAM DE RELEITURAS PARA QUE SEJAM COMPLETAMENTE ABSORVIDOS, POIS NÃO HÁ COMO PERDERMOS UMA SÓ PALAVRA OU INTENÇÃO.
SEMPRE LINDOS.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Andreia Morais disse...

Magnífico! Gostei tanto

r: Fico contente
Obrigada e igualmente*

Machado De Carlos disse...

Belíssimos Versos, profundos! Obrigado querido amigo. Abraços...

Daniel Costa disse...

Jaime
Apetece dizer: o poema é pouco menos que a sublimação da poesia romântica. Tal a minha apreciação.
Veja e comente o post
MINAS GERAIS - BANDEIRANTES
http://amornaguerra.blogspot.pt/
BRASIL: SORRISO DE DEUS.
Abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

Belo poema.
Como sempre, aliás.
JP, tem uma boa semana.
Beijo.
:)

Majo Dutra disse...

Fico sempre encantada com estes belos poemas
de sensualidade muito genuína, aliada ao amor e carinho.
De facto, a paixão é a impulsionadora da vida
e não há mágoa que lhe resista...
Dias felizes, Jaime.
Abraço.
~~~

VITORIO NANI disse...

Como sempre um belo poema, amigo Portela!
Abraços!

Teresa Isabel Silva disse...

Perfeito!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

A riqueza do teu saber amar, é grande, fecunda e maravilhosa.
Poema de grande porte.


Abraço
SOL

Aline Goulart disse...

Metáforas incríveis e versos encantadores. Logo, mais uma poesia incrível. Adoro o romantismo que gira em torno das suas poesias. Beijinhos.

CÉU disse...

O amor puro, feito ou não, nunca é delito. Beijos.

São disse...

Que a luz dos beijos e também dos abraços esteja sempre presente na tua vida.

Abraço grande

Ana Tapadas disse...

Poema lírico com muito sentimento misturado.
Gostei muito.
Beijo

graça Alves disse...

É muito bonito, Jaime!
beijinho

Isa Martins disse...

Boa noite querido amigo, estou eu aqui a me deleitar com teus versos, as vezes não tenho palavras pra comentar, só admirar rs beautiful!
Beijos

International Directory Blogspot disse...

Hello . Want to share your blog with the world? To find people who share the same passions as you? Come join us.
Register the name of your blog URL, the country
The activity is only friendly
Imperative to follow our blog to validate your registration
We hope that you will know our website from you friends.
http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/
Have a great day
friendly
Chris
please Follow our return
All entries will receive a corresponding Awards has your blog

+++++++
Bom dia. Quer compartilhar seu blog com o mundo? Para encontrar pessoas que partilham as mesmas paixões como você? Venha se juntar a nós.
Registrar o nome do seu blog URL, o país
A atividade é apenas amigável
Imperativo para seguir o nosso blog para validar a sua inscrição
Esperamos que você vai saber o nosso site a partir de você amigos.
http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/
Tenha um ótimo dia
amigável
Chris
Seguimos seu blog, siga o nosso retorno
Todas as entradas receberá um Prêmios correspondente tem seu blog

Jaime Portela disse...



============================================================

Caros amigos, obrigado pelos vossos comentários. Voltem sempre.
Entretanto, acabei de publicar um novo poema. Espero que gostem.
Continuação de boa semana para todos.
Saudações poéticas.

============================================================

Fá menor disse...

E que sempre adornem os olhares os verdes das grinaldas.

Bjos

Ana Freire disse...

Um poema belíssimo, onde a paixão, a emoção e a intensidade... se fazem presentes em cada palavra...
Maravilhoso trabalho, como sempre, Jaime!
Beijinho
Ana

Agostinho disse...

Só pode ser tráfico, tráfico de amor, esta seiva assim a escorrer.
E que dizer da mensagem encriptada que desvenda o chapéu de dois bicos? reduzida, para efeitos de assepsia, no cadinho de cinza...
Muito bem, Jaime.
Abraço.

Odete Ferreira disse...

Deliciosamente sedutor este cântico ao amor na sua plenitude.
Bjo, Jaime :)