Translate

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Moura embuçada


A tua pele,
morena fortaleza nas areias ondulantes de silêncios,
é um oásis onde a sede se dissolve devorada
pelas águas transparentes
que me ofereces na seda do teu peito.
Os teus olhos,
faróis cegos no desejo sem receio do delírio,
são lemes que me acendem jeitos
para transpor nevoeiros cosidos por ventos parados
num mar de sombras sem terra à vista.
A tua boca,
arpão prendado a que me prendo,
é a ponte libertária do teu rio a transpirar,
rio escondido que transponho impaciente
na lareira que me sagras crepitante.
Porque tu,
moura embuçada em margaridas de mel ao luar,
és o sol dos meus gestos domingueiros
onde escrevo o rosário em que rezo, devoto,
os mistérios do teu corpo de eremita.
                                    
Jaime Portela

47 comentários:

Suzete Brainer disse...

Mais um poema inscrito de paixão no
teu belo estilo poético.

Um ótimo final de semana, caro Jaime.
Bj.

Marta Vinhais disse...

E quando assim se ama, pouco importa o nevoeiro...
Porque libertamos o mistério nas sombras, no calor do tempo...
Lindo...
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

Brisa disse...

Meu Querido amigo Jaime
Paixão vem da tua pele...
Dos teus olhos,vem a poesia que a tua boca transmite para o rio dos teus dedos...
Porque tu és magnífico a escrever...

Bjo e desejo-te um final de semana feliz e que o sol, seja a tua companhia inspiradora.

Cidália Ferreira disse...

Poema lindo de mais.

Beijo e bom fim de semana

Majo Dutra disse...

Magnífico este lirismo passional
terno, intenso, vibrante e caloroso!
Uma moura embuçada belíssima e sobremaneira sedutora...
~~~ Abraço, amigo ~~~

brisonmattos disse...

lindo.

Toninho disse...

Moura inspiradora de um lindo poema amigo.
O amor é sublime e quando se sente, vem todos
estes sentimentos que afloram em poesia.
Belíssimo trabalho da poesia.
Abraços amigo e bom fim de semana de paz, luz e amor.

Pedro Coimbra disse...

Mais uma verdadeira pérola.
Aquele abraço, bfds

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Sublime caro amigo!
Muitos parabéns.
Adorei.
Abraço

Helena disse...

Li o poema de um só fôlego, e depois fui lendo devagar, apreciando cada imagem presa nos versos, e fui gostando deste versejar mesclado de sensualidade, de lirismo, de delicadezas e sutilezas.
Mas confesso que fui buscar separadamente o significado de moura e de embuçada, e só então os juntei nos versos que tanto apreciei:
"moura embuçada em margaridas de mel ao luar,
és o sol dos meus gestos domingueiros
onde escrevo o rosário em que rezo, devoto,
os mistérios do teu corpo de eremita."
Dizem que não se deve buscar significados para os poemas, apenas senti-los, mas confesso que por vezes cometo o pecado de 'desenlear' alguns termos e assim me chega uma compreensão melhor do que foi escrito. Como agora aconteceu, e que me fez apreciar ainda mais a tua versatilidade, teu modo único de fazer poesia, essa característica admirável que empregas nos teus poemas.
Belíssimas estas imagens: “margaridas de mel ao luar”, “sol dos meus gestos domingueiros”.
Enfim, meu querido, mais um momento que nos trazes onde a verdadeira Poesia fica a nos acariciar a alma.
Fica um beijo carinhoso e o desejo de um final de semana repleto de alegria, paz e muito amor.
Leninha

lua singular disse...

Oi Jaime,
Cada poema que escreve me apaixono por cada palavra feita de amor.
Bom domingo
Um abraço
Lua Singular

luar perdido disse...

Quanta doçura e sensualidade delicada neste poema, neste hino a uma mulher/musa/amada. Que imagens lindas e plenas de vida, vibrantes e "devotas". Reza sim, no sonho e delírio desse corpo de eremita.

Lindo. Amei o poema.
Beijo de luar

Anónimo disse...

Mateo 4:17 Arrepentios, porque El Reino de los Cielos se ha acercado. Mateo 18:11 Porque El Hijo del Hombre ha venido para salvar lo que se habia perdido.

José Carlos Sant Anna disse...

Essa moura embuçada em margaridas incita a imaginação. Mas deixo que o poeta aproveite este sol. Vai, devoto, vai reza no altar dessa deusa ou reza pela deusa...
Abraços, caro amigo poeta,

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Bom dia Jaime!
Que lindo poema.
Encantada
desejo um belo
sábado.
Bjins
Catiaho Alc.

Graça Pires disse...

Olá Jaime! O seu poema é de paixão ardente. Fala todas as emoções que o coração pode sentir no júbilo de amar. Muito belo.
Beijos.

Pedrasnuas disse...

Moura encoberta que desperta claridades domingueiras... os mistérios de um corpo eremita... ___

Uma Moura festejada em poesia? É que merece!

Bom fim de semana,JP

Beijo

Andreia Morais disse...

Fantástico!

r: Ouvi dizer que sim :)
Só fui ao final da tarde, porque tive estágio durante o dia.

Bom fim de semana

Mariazita disse...

Este texto poético desvanece qualquer moura... ou árabe... ou seja o que for, embuçada ou não.
Duma enorme beleza, tem analogias encantadoras - "Os teus olhos, faróis cegos no desejo sem receio do delírio," - e tantas outras.
Já tinha saudades de me vir embalar na tua poesia.

Bom Fim-de-semana
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Um poema com muita sensibilidade.
Adorei Jaime.
Bjs e obrigada pela visita.
Carmen Lúcia.

PÈTALA disse...

Poema bordado a fios d’ouro
Cuja moura, é encantamento
Como magia de belo tesouro
Que se quer a cada momento!

A alma poética faz transbordar toda a beleza!

Abraço

Evanir disse...

Hoje estou infinitamente feliz
por estar aqui na sua casinha virtual,
que Deus me presentou um dia.
Não tem como esquecer a pessoa linda,
que você é nem a amizade que nos uniu.
Deus abençoe seu final de semana.
Muita saúde e muita paz no seu viver.
Te abraço forte com todo meu carinho.
Bjs..Evanir..
PS..Na postagem estou homenageando
uma querida amiga que esta de volta.

Brisa Petala disse...

Boa noite Jaime
O amor é a flor mais delicada que encontramos em nosso caminhar ; tanto quanto as outras necessita de ser cuidada. Um belo texto. Um feliz domingo para.
Um abraço.

Aline Goulart disse...

O amor traduzido em poema é fantástico. Tu consegues muito bem fazer isso. Beijos.

MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

Muito belo.Essa moura encantada...

Já lá tenho a ida a Marte no Chocalho e também no sonhar comigo.

Beijinho doce:)

Existe Sempre Um Lugar disse...

Bom dia, cada palavra do belo poema revela enorme paixão, o nevoeiro não é impeditivo que a mesma seja cada vez mais forte e concretizada.
Bom domingo e semana,
AG

Aninha Ferreira disse...

"és o sol dos meus gestos domingueiros" gostei

tenho andado ausente e verdade mas pq tenho andado ocupada i acabo por n ter tanto tempo para o blog

graça Alves disse...

Que bonita descrição da moura embuçada :))
Gostei muito, Jaime!
bjs

São disse...

Lindo, lindo mesmo!

Bom domingo

Arco-Íris de Frida disse...

Poema intenso, forte, apaixonante... é lindo...

Boa semana...

Beijos...

Dorli Ramos disse...

Oi Jaime,
Desculpe a demora
Não passei bem hoje
Escreve com um grande poeta.
Beijos no coração
Minicontista2

Dorli Ramos disse...

Jaime,
Eu apago os anônimos que não coloca o nome conhecido embaixo. Também recebi...
Apague esse comentário
Dorli

Lilazdavioleta disse...

Um poema com imagens muito belas .
Gosto !



Um beijo ,Jaime , e boa semana ,
Maria

Daniel Costa disse...

Jaime

O titulo do poema MOURA ENCANTADA, pressupõe o Algarve pois se até tens o arpão num verso. Do tema é caso que deu um poema bem bonito e encantador, bem no teu jeito.
Abraços

Maria Rodrigues disse...

Tão apaixonado e tão lindo!!!
Um abraço
Maria

Vera Lúcia disse...

Uma riqueza de poema, Jaime.
Lindíssima construção poética.
A moura embuçada foi por demais inspiradora.

Demorei um pouco a chegar porque estava em viagem de férias. Grata pelo carinho de sua visita ao meu recanto bem como pelo compartilhamento da postagem

Ótima semana!

Abraço.

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Lendas de mouras, ainda, encantadas,
Prendem de amores e demais sentidos;
Como odaliscas tão bem esmeradas
Abrem seus braços, sussurram gemidos.


Abraço
SOL

tulipa disse...


Olá Jaime

Sempre que leio as tuas palavras
consigo sentir inspiração

Mas....
é demasiado "sentido" o que escreves!

E, eu também preciso sentir para escrever.

Daí que hoje...
a inspiração não vem!

Lamento.

A tua pele,Os teus olhos, A tua boca
(nada me diz...)


Obrigada pela visita...ao meu "Momentos Perfeitos"

Tu és magnífico a escrever...Parabéns!

Se quiser visitar-me, tenho outros blogues activos
em cada um deles há temas bem diferentes.

http://pensamentosimagens.blogspot.pt/
o tema aqui é: Homenagear a Câmara Municipal da Moita, pela iniciativa que teve, no "Mês do Idoso"

http://tempolivremundo.blogspot.pt/
passeio pela Serra da Arrábida, com uma amiga virtual do Brasil
que veio a Portugal e naquele dia ficamos amigas reais
levei-a a conhecer toda esta zona lindíssima

Beijinho e boa semana!

CÉU disse...

Moura, Magrebina, Sulista e Elitista, alguém disse/chamou. Pois, eu sou uma delas e "embuçada" tem mto mais sedução.

Desde a pele (não fez por menos, Jaime! É o maior órgão do nosso corpo, como sabe), aos olhos, à boca, enfim, a tudo o k seja dessa "sua" moura, é mistério e apelo, mais, é o seu sol de domingo (é quando vestimos as melhores roupas e comemos as iguarias sonhadas durante a semana, durante meses, durante anos) e até o rosário em k reza, ah, fiquei "confusa". Então, ela depois de convertida, tb já o converteu ao Cristianismo? Ai, estes engenheiros, estes homens de ciências, que só acreditam naquilo k veem, deixam o agnosticismo, ateísmo só por causa de uma mulher e ainda "por cima", moura.
Pois, é apelativa, bonita, mas faz-se distante, inatingível, mas entrega-se com redundância na "clandestinidade", sabe?
O corpo dela deixará de ser eremita, qdo a sua "poesia" o tocar, tal como esta doce e bonita "provocação" me tocou a mim.
Adorei! Mande mais!

Beijos, hoje, esta noite, com sabor mourisco. A música já está tocando. Escute o deslizar das tecidos, o froufrou das lantejoulas, o bamboleio da cintura e sorva a graciosidade de todos os gestos. Se, ainda assim resistir, se ainda assim "ficar pedra sobre pedra", não "arrombe" a flor, por favor!

MUITO OBRIGADA, JAIME!

Fá menor disse...

Haverá sempre oásis entretecidos em desertos por palavras de poetas.

Bjs

Ana Freire disse...

Sublime poema, Jaime!
Se me der licença, vou anotar algumas passagens, para destacar qualquer dia, por lá no meu canto...
Lindíssimo trabalho, como sempre!
Beijinho! Continuação de uma boa semana!
Ana

saudade disse...

Quanta sensualidade....que belíssimo poema querido Jaime...
Beijo de....
Saudade.

Mulher na Polícia disse...

Ahh, tá apaixonado...

Tá, sim!

: )

M. disse...

Que belo poema cheio de paixão!!!
Boa semana!

Jaime Portela disse...

============================================================

Caros amigos, obrigado pelos vossos comentários. Voltem sempre.
Entretanto, acabei de publicar um novo poema. Espero que gostem.
Continuação de boa semana para todos.
Saudações poéticas.

============================================================

© Piedade Araújo Sol disse...

JP

um poema cheio de desejo e paixão.

sensual qb.

mais um belo trabalho de poesia.

beijinhos

;)

rosa-branca disse...

Um poema que é uma prece ao amor, bordado num oásis de de delírios em margaridas de mel. Tão belo e sensual. Beijos com carinho