Translate

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Somos Deuses



Procuramos o ideal atolados em pântanos,
somos árvores perdidas a triturar
verdades escuras que adubam o chão
por onde se passeiam as raízes que nos sustentam.

Apascentamos a alma e engordamos a razão
num choro sereno,
imploramos que os braços se tornem frondosos
e abarquem um céu sempre azul,
filtrado das chuvas ácidas
que teimam em irrigar com prantos negros
as impotências da vida.

Esgravatamos as entranhas do saber
para encontrarmos o sílex do desejo,
dissolvemo-nos na pirólise de maciços rochosos
que embargam horizontes,
percorremos o mapa do querer em nascentes de força
que devorem o húmus indeclinável.

Somos Deuses,
fazemos milagres para que a seiva chegue aos frutos
que queremos ao sol,
suspensos à sombra dos nossos ramos.


Jaime Portela

53 comentários:

Karocha disse...

Lindo Jaime

Bfs

Bjocas

Diana Fonseca disse...

Se fossemos perfeitos, a vida não teria graça.
Gostei do poema. Sem dúvida, interessante.
Beijinhos.

Bell disse...

A gente acha que é mas não temos o controle de absolutamente nada.

bjokas =)

Daniel Costa disse...

Jaime Portela
Somos verdadeiramente, o protagonismo dos milagres da vida, Deuses nem tanto, porque o se o fossemos, seriamos apenas espíritos contemplativos. Assim, gosta-se do poema.
Agradeço que veja, por favor, leia e comente BRASIL - O SORRISO DE DEUS.
Florianóplis - Floripa
http://amornaguerra.blogspot.pt/

Abraço

Cidália Ferreira disse...

Poema lindo demais

Beijinhos e obrigada

Marta Vinhais disse...

Não somos Deuses, porque há ainda sombras a enfrentar...
É isso que nos faz avançar, descobrir, perder hoje e conquistar amanhã...
Interessante...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Teresa Isabel Silva disse...

Estou totalmente de acordo com as tuas palavras!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Fernanda Maria disse...

Jaime boa noite:

Deuses perdidos tentando encontrar um fio que nos prenda e nos eleve num mundo cada vez mais diabólico.
Desculpe, foi assim que senti o seu intenso poema.

Um beijinho

Célia Rangel disse...

Endeusamo-nos com total imponência... mas a realidade é bem diversa! Um poema que levanta uma séria mentalização.
Abraço.

Andreia Morais disse...

Belissimo poema!

r: Muito, muito obrigada *.*

JANE GATTI disse...

Passeei pelos seus versos como quem caminha entre canteiros: absorvendo perfumes, apreciando aromas, guardando o que mais nos toca. Passeio prazeroso, que me fez falta, enquanto estive ausente. Feliz agora por retornar. Abraços.

lua singular disse...

OI Jaime
É difícil até comentar no seu blog, pois é uma beleza escondida em cada verso que nos faz sentir num outro mundo. Que Mundo? Nesse que você descreveu no seu lindo poema
Beijos no coração
Lua Singular

Pedro Coimbra disse...

Uma maravilha, como sempre.
Aquele abraço, bfds

Pensamentos Com Asas disse...

A vida é assim..sem perfeição.
beijinhos

Elvira Carvalho disse...

Não somos Deuses amigo. Há muito caminho a desbravar se é que a humanidade não se autodestrói antes.
Um abraço e bom fim de semana

teresa dias disse...

Olá Jaime!
Lindo poema para ler e pensar, sem limites, nas "impotências da vida".
A poesia faz milagres...
Beijo.

alfacinha disse...

Poema Delicioso para carregar na memória .
Abaço

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Um poema extremamente reflexivo Jaime!
Lindas palavras.
Bjs,obrigada pela visita e um ótimo final de semana.
Carmen Lúcia.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Deleite visual tamanha "sinfonia" de palavras!
Abraço

Maré Viva disse...

Após tão longa ausência, praticamente 6 meses, deparo com um poema que me veste como uma luva e sinto-me confortável dentro dos seus versos.
Também eu queria ser deusa para que a seiva me alimentasse a inspiração e a vontade de viver e escrever.
Um abraço.

Aleatoriamente disse...

Jaime
você além de muito inteligente
é um grande poeta.
Esse poema é simplesmente fenomenal.

Um abraço

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Somos Deuses imperfeitos
Ao criar-mos mais verdades.
Esse é um dos defeitos
Que nos leva até ao Hades.


Abraço
SOL

Regine Karpel disse...

Great.

Tais Luso disse...

Mas na verdade, qual o humano que de cima de sua parca sabedoria não se acha um Deus uma vez na vida? Essa é a nossa mais derradeira vontade...E o último dos pecado.
Beijo, Jaime, gostei muito. Vi que há várias interpretações...

manuela barroso disse...

Sempre foi e sempre será o grande desafio : o Homem procura encontrar o Grau Zero de tudo. E Tudo lhe foge!
Um grande poema, uma grande mensagem.
Abraço, caríssssimo amigo, Jaime! *

Cláudia Forte disse...

Se você teve: uma segunda-feira maçante;
terça cansativa,
quarta super frenética,
quinta cheia de espinhos e uma sexta de fritar sua paciência…
Então eu desejo que você tenha: um sábado fantástico e um domingo cheio de aventuras! Bom fim de semana! Beijo grande!!!

Vera Lúcia disse...



Um poema satírico muito bem construído, Jaime.
Admirável!

Ótimo final de semana!

Abraço.



Agostinho Barros disse...

poema perfeito !

www.culturadeescape.blogspot.pt/

Become part of Cultura de Escape World:
Facebook PageBloglovin'Blogs de PortugalGoogle +InstagramPinterest

Graça Pires disse...

Tanto o que se faz para que a seiva chegue ao sangue das palavras e o Poeta colha o fruto do poema... Gostei muito, Jaime.
Um bom fim de semana.
Um beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

JP

muito interessante, como estrofes de intensa reflexão.

um momento de muita inspiração.

bom fim de semana.

beijinho

:)

deep disse...

Nunca deixamos de querer ascender à condição de deuses.

Belo poema,poeta.:)

Bom fim-de-semana. Bj

MEU DOCE AMOR disse...

Olá :

Muito belo.Mas seremos mesmo deuses?

Beijinho doce

Majo Dutra disse...

Um poema forte e magnífico, Jaime!
Se existem deuses, somos nós, humanos lutando
por vencer todas as barreiras necessárias à
conquista de um lugar ao sol e da felicidade.
Gostei muito deste teu registo diferente...
Beijos, amigo.
~ Ps ~
Conto contigo para colaborares, no meu blogue,
na homenagem à Célia Rangel.

Daniela Silva disse...

Somos imperfeitos, mas buscamos a perfeição em tudo!

Com muito carinho,
Diamonds In The Sky, Daniela SilvaFanpage do blog, põe um gosto!
Giveaway Mundial, Eau de Toilette Sensual Noz de Coco, Yves Rocher

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, impotências da vida, trás a imperfeição o que se torna perfeito que assim seja.
AG

Agostinho disse...

"À sombra dos nossos ramos" acoitamos os nossos sonhos. Enquanto isso a translação faz-se, completa-se rumo ao oeste da revolução.
Um poema muito bem sustentado durante toda a sua órbita. Parabéns, amigo Jaime. Abraço
PS - Provavelmente publicarei amanhã. Eu que tenho andado fora da graça, irei deitar-me no divã?

Ana Tapadas disse...

Lindo!
Somos, talvez, metáforas dos deuses...

Beijinho

lua singular disse...

Não somos Deuses que vêm nos socorrer.
Beijos no coração
Lua Singular

São disse...

Somos , sim, deuses em construção!

Abraços e feliz semana para ti

Odete Ferreira disse...

É assim mesmo, Jaime: "esgravatamos", perfeito verbo, sempre, em nós e no chão que nos sustenta. Para caminharmos eretos...
Original e forte construção poética.
Bj 😊

Mirtes Stolze. disse...

Boa tarde Jaime.
Um poema magnifico, mas eu sou só uma aprendiz na escola da vida. Uma linda semana. Enorme abraço.

luar perdido disse...

Só os Deus fazem milagres assim: traduzidos num poema que transpira vida, destila força e amadurece os frutos de uma árvore chamada amor.
Que muitos milagres se continuem a produzir, ainda que tenhamos que esgravatar migalhas de sonhos de entre as rochas duras da vida.
Um poema pleno, um poema forte e belíssimo; Um hino aos "deuses" da vida.
Parabéns, Jaime, adorei.
Beijo de luar

respondendo à tua questão - um bocado "oca"... acontece. Desejo-te uma excelente semana.

Fá menor disse...

Deuses de pés de barro... tudo fazemos, quando fazemos, à procura de uma mão cheia dos frutos que caiam das árvores :)

Boa semana, amigo!
Beijinhos

Emília Pinto disse...

" Somos deuses" quando, com coragem, conseguimos enfrentar os desafios tremendos que a vida nos propõe, conseguimos superar dores terriveis que nos sufocam; são deuses aqueles que, com enorme dificuldade, sem apoio de ninguém, conseguem colocar pão na mesa, são deuses aqueles que, fugidos das atrocidades do ser humano, sorriem quando finalmente ultrapassam o arame farpado; pequenos sucessos que se transformam em grandes milagres feitos por pessoas a quem deveriamos chamar de deuses. Sentimo-nos deuses tantas vezes...deuses superiores, prepotentes, quando, de cima, olhamos para o outro e o achamos indigno, sequer, de se aproximar de nós. Quem é ele ? Não conheço! Não me interessa! Queremos abarcar tudo com se tudo nos pertencesse, queremos ser donos do mundo, como se dele só nós fizessemos parte e nesse querer omnipotente, acabamos por cair do pedestal e nos afundarmos em pântanos de águas lamacentas..escuras. Sejamos Deuses, Jaime, fazendo o milagre de viver a sorrir apesar das adversidades, sejamos deuses para conseguirmos olhar o outro como um igual e nunca deuses por nos acharmos no topo da montanha. Que os deuses nos livrem sempre destes deuses implacáveis, prepotentes. Parabéns, amigo e que os deuses te dêm sempre a capacidade de fugires da prepotência; aflige-nos, faz-nos mal! Um beijinho
Emilia

Arte & Emoções disse...

Olá Jaime! 100% de perfeição somente ELE atingiu. O pior é que muitos ainda não acreditam na SUA existência. Belo e profundo o teu poema amigo.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

Suzete Brainer disse...

Muito belo, profundo e original este teu poema
com a sabedoria da existência:"somos deuses"!...

Boa semana, caro Poeta.
Beijo.

Ps: Faz tempo que não apareço aqui (tempo disponível
atropelado...), mas aprecio (sempre) e valorizo
o teu espaço de arte poética!

Manuel Veiga disse...

mais um excelente poema, como é teu timbre.

forte abraço, caro Jaime

Brisa disse...

Boa noite Jaime
Sinto uma certa nostalgia ao ler as tuas palavras...
Somos Deuses,fazemos milagres,no interior da alma...

Desejo-te uma continuação de uma boa semana
Bjo

Maria Rodrigues disse...

Belíssimo poema
Um abraço
Maria

Ana Freire disse...

Um poema belo e poderoso!...
Somos Deuses... à nossa maneira... e quando nos predispomos a isso... até conseguimos fazer alguns pequenos milagres... na nossa vida e na de outros...
Consideramo-nos Deuses... embora muitas das nossas acções no mundo, nos mostrem, por vezes, o quão distantes ainda estamos do Criador...
Gostei imenso do poema, Jaime! Mais um dos meus favoritos, por aqui!...
Beijinho! Continuação de uma feliz e inspirada semana!
Ana

Jaime Portela disse...

*******************************************************************************

Caros amigos, obrigado pelos vossos comentários. Voltem sempre.
Entretanto, acabei de publicar um novo poema. Espero que gostem.
Continuação de boa semana para todos. E bom Carnaval.
Saudações poéticas.

*******************************************************************************

graça Alves disse...

Somos deuses, claro que sim!
Lindo!
bjs

Teresa Almeida disse...

Tens a arte divina da criação poética.
Este é mais um exemplo.
Beijinho, amigo.