Translate

quinta-feira, 20 de julho de 2017

As tuas garras



As tuas garras
sempre temeram os desígnios predatórios
que a juba leonina dos meus passos te ditava.
Contudo, o meu olhar mascarado de felino
apenas procurava o teu rasto
[de odores de leoa impregnado]
e lamber as feridas que açoitavam o teu rosto.

Apesar disso,
viajámos na direção oposta do disfarce e,
sem um arranhão,
fomos abrindo gargantas e rios
na serrania de espinhos do teu dorso,
que ainda sangrava das travessias de brumas.

Sorvemos ao sol
o fel de opressões envelhecidas,
refreámos poemas
em rimas que tememos entoar
e comemos o choro amanteigado
em forma de bolo com velas
a adocicar o grito que a tua garganta calava.

Ainda ferida,
continuas leoa briosa do teu território,
mas deixas-me entrar
sem mostrares as tuas garras:
cortaste-as e pintaste-as, porque acreditas
que o meu cheiro é miscível com o teu.



Jaime Portela


44 comentários:

A Casa Madeira disse...

Essa é a química do amor.
Muito belo.
Bom final de semana que se aproxima.

Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso poema!Parabéns

Beijos

lua singular disse...

Oi Jaime
Um amor do signo de leão é tudo o que o outro deseja, do contrário fica aquela água morna.Os leões e leoas são fortes no amor e na paixão e da mais prazer.( são as características dos signos de leão.
Adorei seu texto.
Eu fiz há pouco tempo sobre uma mulher do signo de leão.
Beijos
Lua Singular

São disse...

Como se diz no Brasil, ameiiiiii

Beijo com votos de excelente fim de semana, meu amigo Poeta :)

Andreia Morais disse...

Adorei, como sempre!

r: Muito, muito obrigada *.*

Bom fim de semana

Lucia Silva disse...

Esplêndido poema que expressa em cada verso a força do amor e da paixão. Uma força que transforma e dá prazer. Beijos carinhosos!

Toninho disse...

Um amor que excede e faz maravilhas na poesia.
Bonito mestre.
Abraços e bom fim de semana.

Arco-Íris de Frida disse...

A alma leonina se rendeu ao amor...

Beijos, Jaime...

luar perdido disse...

Que magnifico poema! Que fabulosa analogia! Querida amigo; deixas-nos um hino ao amor, ás lutas, aos problemas, aos bons e maus momentos- numa palavra - à vida de um casal (de leões, falas só deles??), e à beleza que, quem realmente, ama partilha e transforma em VIDA.
A alquimia do amor e da partilha.
Rendida, completamente rendida a estas "Garras".
Bom fim de semana, querido amigo.

Beijo de luar

Maré Viva disse...

Um poema cheio de metáforas em forma de rima e transbordando sensualidade em cada verso!
Viajando na direcção oposta do disfarce...as palavras dizem tudo.
Um abraço com votos de bfds.

dinapoetisadapaz disse...

Que poema forte Jaime, leoninos e leoninas qdo se amam é um amor que dá liga forte, a química é perfeita.
Aplausos para poema que é um primor!
Bom final semana.
Abraço!

Brisa disse...

Jaime
È tão belo este poema...
Já o li 3 vezes e continuo a ler...São uma doçura as tuas palavras...

Bjo e desejo-te uma continuação de um bom fim de semana

Marta Vinhais disse...

E tudo acontece....Num amor forte e louco....
Gostei muito...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Amor leonino, intenso, quente, selvagem...
Um Poema excelente.


Abraço
SOL

Vanessa disse...

Cada versos, cada palavra revela um toque de emoção. O poema é maravilhoso, transmite desejo mas ao mesmo tempo leveza.
Tenha um excelente fim de semana, amigo!!

Ana Tapadas disse...

Encolhendo as garras...brota o afecto..
Belo poema lírico.

Beijinho e bom fim - de- semana.



Mariazita disse...

Podíamos dizer que é um poema feroz :)))
Mas quando há verdadeira afinidade, até as garras se transformam em belas unhas pintadas, que apenas sabem acariciar.
Gostei muitíssimo!

RE: Mais logo publicarei um post, o último antes das férias, mas não será a continuação. Essa vai ter que esperar... rsrsrsrsrssssss

Bom Fim-de-semana
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Lindo poema! Usas o sentido figurado para se referir um amor ardente que ferve nas veias e no coração.
Lindo! um amor que mesmo efervescente não deixa arranhões.Parabéns amigo.
Obrigada pela visita lá no meu cantinho, volte sempre, serás bem vindo. Abraços, tenha um abençoado fim de semana.

Graça Pires disse...

São apenas duas pessoas que aprenderam a amar-se. Gostei muito, Jaime, desta ferocidade transformada em ternura...
Um bom fim de semana.
Um beijo.

Olinda Melo disse...


Um caminhar lado a lado, transpondo os escolhos da vida,
numa grande cumplicidade apesar das diferenças.

Belo poema, excelente analogia.

Abraço

Olinda

Diversos Estilos Poéticos disse...

Boa noite Jaime, vim agradecer sua gentil visita ao blog PARAÍBA PARA O MUNDO, sempre bem vindo às minhas páginas.
Um findi azul junto aos teus.
Abraços!

Aline Goulart disse...

Poeta que é poeta faz uma analogia belíssima com qualquer coisa.
Simplesmente encantada com essa belíssima poesia, meu poeta.

Um belo domingo.
Beijinhos.

Tais Luso disse...

"As tuas garras
sempre temeram os desígnios predatórios
que a juba leonina dos meus passos te ditava.
Contudo, o meu olhar mascarado de felino
apenas procurava o teu rasto
[de odores de leoa impregnado]
e lamber as feridas que açoitavam o teu rosto."

E findou em calma ternura.
Muito bonito, Jaime!
Um ótimo domingo pra você.
Um Beijo.

Daniel Costa disse...

Jaime Portela
Que dizer? Que gostei da beleza das metáforas criadas para um poema que me parece de transcendental, verdadeira antologia.
Abraço

Lilazdavioleta disse...

Duas pessoas que sabem amar , procurando o "encolher as garras " quando necessário .

Gosto da simbologia .

Um beijo e bom domingo , Jaime ,
Maria

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Jaime.
Espetacular poesia!
Fiquei zonza com tantos rodopios e gangorras nessa contradição que nos traz o amor.
Belíssimo trabalho entre prazer e dor.
Tudo de bom.
Excelente semana de paz.
Beijos na alma.

© Piedade Araújo Sol disse...

predador ...talvez não, ou talvez sim, ou apenas a arte de saber seduzir...

beijinhos

:)

Larissa Pereira dos Santos disse...

Belíssimo poema!
Fiquei nele a divagar! Parabéns!
Adoro poemas, parabéns pelo belo conteúdo do blog!
Boa semana! Abraços

Larissa de "Minha Literaturinha"

Daniela Silva disse...

ah leão! hehehe está lindo amigo.

Uma boa semana, beijinhos
http//diamonds-inthe-sky.blogspot.pt

Maria Rodrigues disse...

Um poema simplesmente maravilhoso.
Um abraço
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Fá menor disse...

A vida também é feita de desencontros...

Boa semana, amigo!

Bjos

Arte & Emoções disse...

Olá Jaime! belo, profundo e metafórico poema. Adorei!

Abraços,

Furtado

mz disse...

O nosso corpo é uma selva gritando como animais predadores de coração, onde, poeticamente nos desdobramos em mansos sentimentos.

Abç

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Boa tarde, Jaime,
metáforas bem construídas para nos dar tão belo poema, sou uma leonina e sei o quanto as palavras
expressam de sentimentos e amor.
O amor ardente existe e, é bom , nos faz viver e reviver. Belíssimo!
Abraço!

Franziska disse...



Aunque herida la leona comprende el dolor ajeno, seguramente es por eso, son las propias heridas las que abren en camino de la comprensión del dolor ajeno. Me gustó. Gracias por sus amables palabras. Volveremos pronto a vernos ya estará próximo a regalarnos un nuevo trabajo. Un abrazo. Franziska

redonda disse...

Gostei
(eu que era mais de prosa, graças à blogosfera ando a ler mais poesia)

um beijinho e uma boa semana

graça Alves disse...

Agressividade e erotismo...
Parece-me bem :)
bj

Ana Freire disse...

Um belo poema... feito de amor e cumplicidades... e certamente dedicado a alguém com garra...
Adorei ler, Jaime! Beijinho!
Continuação de uma boa semana!
Ana

Teresa Isabel Silva disse...

Existem garras que valem a pena!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Pedro Coimbra disse...

Passo para deixar um abraço após gozo de férias.

Jaime Portela disse...

*******************************************************************************

Caros amigos, obrigado pelos vossos comentários. Voltem sempre.
Entretanto, acabei de publicar um novo poema. Espero que gostem.
Continuação de boa semana para todos.
Saudações poéticas.

*******************************************************************************

lua singular disse...

Oi Jaime,
Texto forte como gosto.
São duas feras com amor e paixão, mas um irá se sobrepor ao outro. Quem será?
Eu sou do signo de leão e domino meu espaço.
Só vou postar uma vez por semana, estou doente.
Beijos
Lua Singular

S. disse...

Quanto aos predadores, é sempre melhor ficar longe.
Belo poema, Jaime.

Beijinho.

Odete Ferreira disse...

Um poema da força da paixão muito bem conseguido a partir da semântica e área vocabular do termo leão-leoa.
Parabéns, Jaime