Translate

domingo, 15 de março de 2015

Ontem e hoje


Ontem, colori horizontes, construí
sonhos exatos nos verdes e azuis casuais
que me adormeceram
no castanho dos teus olhos.

Com os teus verdes milagrosos,
libertei-me da cegueira de invernias,
vi-te nas mimosas do Maio florido
do Monte de Santa Luzia.

Mergulhei, abatido,
nos tons de azul do rio Lethes,
sem me esquecer de nadar enverdejado
para a outra margem de ti.
Para lá do penedo ladrão,
ao pôr-do-sol, derreti o chocolate
das nuvens sobre o teu mar.

Hoje, vou misturar as tuas cores,
obter as tonalidades precisas para te pintar
nos tons vermelhos
da nossa eterna e suave revolta de amor.

Vou lembrar-me de ti na outra margem
rodeada de mimosas,
ofuscar a musa nas águas do rio
e afogar a sereia nas profundezas do mar,
para te ter, consumada.


1 comentário:

Elaine Regina disse...

Nossa... sem palavras... Que talento!