Translate

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Dar voz ao coração



Quando não há candeia
a alumiar o caminho, apesar de claro,
é perigoso deixar de ouvir
a voz do coração.
Quando essa candeia existe,
são os nossos passos
que falam mais alto,
porque a luz brota dos pés
e a ordem rebenta nos dedos da vitória,
num contentamento
tão fundado como o ar que respiramos.
Por isso, há que abandonar
a culpa do silêncio e dar voz ao coração,
há que devolver o rumo
ao nosso porta-aviões [se à deriva]
e ver as caixas negras
de cada cicatriz do coração.


41 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Boa tarde de paz, Jaime!
Quando a Candeia se acende, tudo se torna claro, se pode ouvir a voz do Amor ben nitida e voamos longe
Tenha dias abencoados!
Abracos fraternos de paz e bem

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Maravilhosa a sua sensibilidade para a escrita e nos encantar meu amigo!
Abraço

😉
Olhar D'Ouro - bLoG
Olhar D'Ouro - fAcEbOOk
Olhar D'Ouro – yOutUbE * Visitem & subcrevam

Andreia Morais disse...

Precisamos mesmo de dar voz ao nosso coração, porque ele guia-nos de uma forma muito especial!
Adorei o poema, como sempre :)

Continuação de boa semana*

Cidália Ferreira disse...

Lindo poema!

Beijos. Boa noite!

Clara disse...


Talvez se o coração tivesse mais voz que a razão, talvez houvesse mais felicidade!

Beijinhos Jaime, bom fim de semana
(^^)

Magui disse...

Lindo poema.
O coração sempre a falar mais alto.
Abraço

Janita disse...

Belo poema, Poeta das metáforas.
Quando um coração se despedaça, há que descobrir as causas, ainda que o mal já não tenha remédio, poder-se-ão evitar danos futuros.

Um beijo, Jaime, e bom fim-de-semana.

Pedro Coimbra disse...

Ouvi bem a voz do seu coração.
E que bem que ele se exprime.
Aquele abraço, bfds

Pedrasnuas disse...

Querido amigo, JP. O mundo seria muito diferente se a humanidade tivesse escutado mais vezes a voz do coração. O homem caminha a passos largos para o abismo ( a todos os níveis)... mas ainda vai a tempo de refrear e mudar de rumo... mesmo, mesmo por um fio...
Excelente reflexão poética! Parabéns!
Bom fim de semana
Beijo

Marta Vinhais disse...

E quando deixamos de ouvir a voz do coração... estilhaça qualquer coisa...
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Marina Filgueira disse...

Hola Jaime.

Todos llevamos alguna cicatriz en el corazón, mas la vida sigue y nosotros con ella dando pasos por este camino que el destino nos prepara.

Un poema precioso y ha sido un placer esta lectura, gracias.

Te dejo mi inmensa gratitud por tu huella.
Un beso y feliz fin de semana.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um belo poema amigo e aproveito para desejar um bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Larissa Santos disse...

Mais um poema brilhante:))

Hoje:-Criança... a vida inteira... [Poetizando e Encantado]

Bjos
Votos de uma óptima Sexta-Feira.

Fá menor disse...

Todos nós temos caixas negras que devem ser iluminadas com a luz da candeia do nosso coração; a Luz também tem o poder de curar cicatrizes.

Beijinhos, amigo Jaime!

Humberto Maranduva disse...

Na busca de mil tesouros dispersos
escuto sempre a voz do coração
procurando o sinal da redenção
no brilho cintilante dos meus versos (M.B.S.)

É isso mesmo, amigo Jaime, com mais ou menos cicatrizes, o coração é sempre o melhor conselheiro.
Um óptimo fim-de-semana.

Ana Freire disse...

E o coração... sempre se revela uma bússola bem melhor... do que a voz da razão... que tanta vez... nos acaba por orientar, para um desastre... por anunciar...
Mais um notável momento poético... para apreciar e reflectir!...
Beijinhos, Jaime! Feliz fim de semana!
Ana

Manuel Veiga disse...

poema num registo que muito aprecio, caro Jaime Portela
que de verso em verso vai subindo em tensão (poética) para atingir o "climax" no últimos versos.

muito bom

forte abraço

Teresa Durães disse...

A candeia projeta sempre sombras, nunca estamos livre delas

Cléo Gomes disse...

Às vezes, o coração precisa ficar sem opinar, porque o que deseja já passou e não há como voltar.
Precisamos pegar as caixas pretas e direcioná-las ao pensamento correto.
Lindo e reflexivo poema, meu caro.

Bom fim de semana.

Beijinhos.

Proseando num dia

Tais Luso disse...

Amigo Jaime, bom seria se deixássemos o coração falar mais do que a razão! Seríamos bem mais felizes, pois ele não fere, não guarda ódio. Os corações são carentes de carinho e de amor.
Beijo, um ótimo fim de semana!

SOL da Esteva disse...

Uma excelente análise, em forma poética, da própria vida.
Que mais dizer?
Parabéns.


Abraço
SOL

Graça Pires disse...

"Dar voz ao coração" é o que você faz sempre nos seus poemas, meu Amigo Jaime.
Um bom fim de semana.
Um beijo.

Maria Rodrigues disse...

Um poema que do coração e que toca o nosso coração.
Maravilhoso!
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Arnaldo Leles disse...

O coração é a caixa onde está a verdade, mas nossas buscas são direcionadas para os destroços sem relevância. Grande satisfação meu colega! Suas letras são um fanal.

Sandra May disse...

O coração fala com delicadeza, é a voz mais suave e generosa.
Sempre nos presenteando com a voz do seu coração,não é mesmo, amigo Jaime?
Obrigada, e tenha um domingo de paz e alegrias.

Artes e escritas disse...

A luz brota dos pés das caminhadas com Deus. Um abraço, Yayá.

Elvira Carvalho disse...

Precisamos usar a voz do coração. A razão pode evitar que façamos asneiras, mas é com elas que aprendemos e crescemos.
Abraço e bom domingo

Sandra May disse...

Boa tarde, Jaime!
Tive a impressão de ter comentado, mas creio que não.
Penso que os seus versos dispensam comentários, tanto pela perfeição da composição, como também pela mensagem que transmite.
Vou dar os parabéns, que é o que seu poema merece!
Um forte abraço e desejo ótima semana, meu amigo.

Luísa Fernandes disse...

Olá amigo Jaime!
Um encanto de poema como sempre. Concordo contigo, há que dar voz ao coração e deixá-lo voar nas asas do pensamento.
Excelente inspiração amigo Jaime. Gostei muitíssimo.
beijinho de paz e ótima semana.
Luisa

teresa dias disse...

"há que abandonar
a culpa do silêncio e dar voz ao coração"
Essa tua voz, Jaime, desta vez eu gostei ainda mais de ouvir.
Poema poderoso! Para ler e reflectir.
Beijo, boa semana.

Arte & Emoções disse...

Belo e profundo amigo Jaime! Com ênfase para o trecho abaixo:

Quando essa candeia existe,
são os nossos passos
que falam mais alto,
porque a luz brota dos pés
e a ordem rebenta nos dedos da vitória,
num contentamento
tão fundado como o ar que respiramos.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

rosa-branca disse...

A voz da razão e a do coração por vezes discordam e acabam por esmagar o sentir. Um poema cheio de metáforas que nos deixa a pensar e re/pensar. Jaime, boa semana beijo com carinho

saudade disse...

Vamos dar voz ao coração....
Lindo
Boa semana
Beijo

saudade disse...

Vamos dar voz ao coração....
Lindo
Boa semana
Beijo

A Casa Madeira disse...

O coração sobrepõe a razão em muitas vezes.
Lindo poema.
Boa continuação de semana.

Genny Xavier disse...

A voz do coração... tão repleta que nem se explica, pois o sentir orienta o caminho, que nem sempre a razão ilumina...
Bom revisitá-lo na leitura do teu poema, meu caro.

Abraço,
Genny


SOLIDARIEDADE disse...

Nosso instinto, um bem precioso e pragmático.
Abraços

Teresa Almeida disse...

Como uma candeia a alumiar quem possa andar perdido. E que iluminação poética, meu amigo!

Beijos.

Menina Marota disse...

"...
e ver as caixas negras
de cada cicatriz do coração."

O melhor conselho...

Lua Azul disse...

O coração não só fala, como também ouve; costuma-se dizer: "Fala-lhe ao coração!" O coração é tudo, o centro. Há que saber dar-lhe voz e chegar até ele.
Belíssimo poema!
Beijo!

betonicou disse...

Oi Jaime! O coração às vezes nos prega peças terríveis, mas devemos sempre ouvir a voz do amor. Magnifico texto, meu amigo. Grande abraço.