Translater

segunda-feira, 8 de julho de 2024

A vida tem apenas três partes [568]

 


A diferença

entre o mostrado na vida

que brota das mãos

e o fulgor da insinuação aparente,

suplanta o esperado.

No vagaroso bailado do corpo,

sobressai o impacto rubi

de uma boca sem pudor,

desavergonhada.

Ao som de um sedutor relax musical,

roda quase nua

no varão polido por mil corpos

que sobem, descem e se escondem

na noite de voyeurs masculinos.

A respiração da boca entreaberta

é húmida

e o movimento ondulatório

é lido como um convite lascivo,

irrecusável mas inventado.

E os papalvos não percebem

que a vida tem apenas três partes:

a que se mostra,

a que se esconde

e a que se inventa.

 

 

© Jaime Portela, Julho de 2024


50 comentários:

Majo Dutra disse...

Um poema interessante, algo satírico, concreto,..
Os papalvos não vão gostar...
Eu acho-o verdadeiro e edificante.
Boa semana. Beijinho
*******

Pedro Coimbra disse...

E em muitos casos é bem mais o que se esconde do que o que se mostra.
Abraço, boa semana

Roselia Bezerra disse...

Bom dia de Paz, amigo Jaime!
Hoje em dia, apesar de todo exibicionismo, é mais o que se esconde, certamente.
Haja visto tanta coisa ainda nos pegar de surpresa pela vida afora...
Que haja ainda muitas invenções para o bem da humanidade!
Poema com três verdades...
Tenha uma nova semana abençoada!
Abraços fraternos

chica disse...

Linda poesia e infelizmente tantos são os que apenas escondem!
abraços, linda semana! chica

Porventura escrevo disse...

Gostei desta analise diferente
🙂

Teresa Isabel Silva disse...

Os meus parabéns por este belo poema!

Beijinhos

Graça Pires disse...

Resta saber qual dessas partes é mais apetecível, meu Amigo Jaime. O seu poema é um convite à reflexão. A mim deixou-me a pensar.
Uma boa semana.
Um beijo.

Andre Mansim disse...

Amigo poeta!
Que lindo seu poema. Muito inspirado! Parabéns!
E que final!
Aplausos!!!!!!!

❦ Cléia Fialho ❦ disse...

Um atrativo convite para uma intensa reflexão sobre como percebemos e interpretamos a vida, reconhecendo que existem diferentes camadas de realidade e significado que podem não ser imediatamente óbvias para todos.
Belíssimo.

Beijos e boa semana.

Marta Vinhais disse...

E qualquer uma dessas partes pode ser perigosa...ou não... depende de quem a aborda...
Interessante como sempre...
Beijos e abraços
Marta

São disse...

Pois é.... é que pensar custa , mais fácil ficar pelas aparências.

Meu amigo, beijinho e boa semana :)

brancas nuvens negras disse...

A tentação da carne... e não estou a falar de uma costeleta de novilho.
Um abraço.

Silent Movie - ©Theda Bara disse...

In reality, life has only two parts: when we are alive and when we die. In the midst of this we have dreams and hopes.
(ꈍᴗꈍ) Poetic and cinematographic greetings.

Ailime disse...

Boa tarde Jaime,
Um magnífico poema que reflete uma outra face da vida, um tanto obscura, em que não se vive, mas muitos se perdem.
Beijinhos e uma boa semana.
Emília

Ailime disse...

Boa tarde Jaime,
Um magnífico poema que reflete uma outra face da vida, um tanto obscura, em que não se vive, mas muitos se perdem.
Beijinhos e uma boa semana.
Emília

Regina Graça disse...

O grande poeta Jaime Portela “está de volta”. Gostei muito muito muito...

Semana feliz
Bjnho

Janita disse...


Essas bocas sem vergonha e, aparentemente, despudoradas, fazem-me lembrar a 'outra' da canção que era uma Lady na mesa e uma louca na cama...:)
Lá por dentro do peito, sabe Deus o sacrifício e a repulsa que disfarçam, enquanto escorregam pelo varão, perante o olhar babado de papalvos palermas de esgares obscenos.
O Jaime sabe que há machos que não podem ver uma burra de lenço na cabeça, quanto mais uma jovem mulher de formas esculturais, sorrindo-lhes de forma tentadora e sensual.
Tudo por força do seu métier, mas quem lhes mete isso na cabeça?
Pois, essa é que é essa! O lado animal do seu cérebro fala sempre mais alto.

Um abraço, boa semana, Jaime!

Janita disse...

Essas bocas sem vergonha e, aparentemente, despudoradas, fazem-me lembrar a 'outra' da canção que era uma Lady na mesa e uma louca na cama...:)
Lá por dentro do peito, sabe Deus o sacrifício e a repulsa que disfarçam, enquanto escorregam pelo varão, perante o olhar babado de papalvos palermas de esgares obscenos.
O Jaime sabe que há machos que não podem ver uma burra de lenço na cabeça, quanto mais uma jovem mulher de formas esculturais, sorrindo-lhes de forma tentadora e sensual.
Tudo por força do seu métier, mas quem lhes mete isso na cabeça?
Pois, essa é que é essa! O lado animal do seu cérebro fala sempre mais alto.

Um abraço, boa semana, Jaime!

A Paixão da Isa disse...

mais um belo poema bravo bjs feliz semana saude

Mário Margaride disse...

Muito interessante este poema. Onde se põe a nu os podres que queremos ocultar. No entanto, eles flutuam à tona como o azeite.
Gostei muito, amigo Jaime.
Votos de uma excelente semana.
Abraço amigo.

Mário Margaride

http://poesiaaquiesta.blogspot.com
https://soltaastuaspalavras.blogspot.com

Lucia disse...

Olá caro poeta Jaime.
Gostei imenso do seu poema.
Algo pra se refletir.
Boa semana meu amigo.
Beijos!

Ane disse...

É verdade! Acho que o que se esconde é bem diferente do que se mostra.
E o que se inventa não tem nada a haver com os dois primeiros.
Boa semana! 🙂

Vivir y dejar Vivir...Liz disse...

Querido amigo, precioso poema, siempre se esconde algo y mas en las redes.
un placer leerte, me encanta como escribes.
Abrazos y besitos, que tengas un precioso día

J.P. Alexander disse...

Muy cierto. Profundo poema. Te mando un beso.

babYpose disse...

Its hidden fear of the shown life that is in the surface. Meaningful poem.

pensandoemfamilia disse...

Hoje o exibicionismo impera. Mas o que vale mesmo é a vida vivida e sentida por cada um de nós. Belo e real poema. Abraços

pensandoemfamilia.com.br.

ematejoca disse...

que a vida tem realmente apenas três partes:
a que se mostra,
a que se esconde
e a que se inventa.

A vida tem também um poeta que não se esconde e a sua poesia é sempre brilhante.

Abraço da aldeia do Düssel 🌺

Maria Rodrigues disse...

Concordo plenamente.
Um poema sublime!
Meu amigo, vou de férias até meados de agosto ver a minha filha que vive em Macau e vai ser difícil visitar os amigos. Quando regressar a casa retorno todas as visitas 😊
Beijinhos

lis disse...

Haja imaginação !
com tantos se mostrando não sobra nada para inventar.
Aaah, Jaime a vida tem mais que isso ... rsrs
Um abraço ,meu amigo










Elvira Carvalho disse...

Um poema de que gostei muito. A vida é assim mesmo. "A que se mostra/
A que se esconde/ E a que se inventa" Pena que na atualidade, seja mais a que se esconde e se inventa do que aquela que se mostra.
Abraço e saúde

silvia de angelis disse...

Una serie di versi intensi, e molto raffinati, che ho letto con immenso piacere.
Cari saluti

Kinga K. disse...

Tienes mucha razón!

Bandys disse...

Olá querido amigo,

um belo poema para uma profunda reflexão.
vidas que se escondem e as vidas reais, brotando na pele dos que se enganam.
linda poesia.
Feliz dia , poeta.
bjs

© Piedade Araújo Sol (Pity) disse...

Boa tarde JP
Um poema muito interessante, e o final, fechado a chave de ouro.
Bom trabalho poético, com humor e reflexivo.
Boa semana com saúde.
Um beijo
:)

teresadias disse...

Amigo Jaime, aplaudo mais um poema de excelência, lúcido e reflexivo.
Vivemos num tempo em que a vida tem duas faces: a real e a editada.
Como uma vida fingida é uma vida não vivida, aqui fica o conselho de Nietzsche: “Torna-te quem tu és!”
Beijo.

Mariazita disse...

Grande verdade!
"a que se mostra, a que se esconde e a que se inventa."
E não há como fugir a esta realidade.
Até mesmo os que dizem (e são muitos...): "A minha vida é um livro aberto", escondem tanto!
Difícil, mas essencial, é saber onde está a verdade.
Gostei deste "dissertar" que "põe o dedo na ferida".
Brevemente vou de férias, estarei ausente até finais de Agosto. Talvez ainda consiga postar algo antes de embarcar.
Deixo um abraço com amizade.

Continuação de boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Ana Tapadas disse...

Que dizer, meu amigo? Um poema que nos leva a reflectir sobre a autenticidade ou a aparência imediata...

Beijinho

Laura. M disse...

Muy bien lo dices así es la vida. Yo pienso que hoy se esconde más que se muestra.
Buena noche.
Un abrazo.

Betonicou disse...

Caro amigo Jaime, em suma, as máscaras podem ocultar ou revelar aspectos da nossa personalidade, e a busca pela autenticidade é um desafio constante. Afinal, como disse Nietzsche, algumas pessoas são “puras máscaras”, enquanto outras buscam a verdade por trás delas. Grandioso poema. Abraço.

Olinda Melo disse...


Olá, Jaime

Algum tempo afastada por motivo de férias, mas sempre
a pensar em vir ler a sua bela e reflexiva poesia.
O nosso cérebro é um mistério, com meandros impensáveis.
O que se esconde e o que se mostra nem é a décima milionésima
parte do que se pensa.
Gostei muito, caro amigo.
Beijinhos
Olinda

Mário Margaride disse...

Olá, amigo Jaime
Passando por aqui, relendo este excelente poema que muito gostei, e desejar um excelente fim de semana, com tudo de bom.
Abraço amigo.

Mário Margaride

http://poesiaaquiesta.blogspot.com
https://soltaastuaspalavras.blogspot.com

JoAnna disse...

Obrigado por este poema meu amigo e desejo-lhe um fim de semana maravilhoso e bem sucedido! Tenho que ler o seu poema mais algumas vezes, porque gosto muito, gosto de contemplar bons poemas.

Meulen disse...

La vida es cruenta sin dudas, a veces hay que vivir con dientes apretados.
Buen dilema.
Buen fin de semana.

SOL da Esteva disse...

Ao ler-te, aposto que a verdadeira Reflexão deve ser activada.
Doutro modo, as inverdades do facebook escondem é o que antes era segredo de gente.
Parabéns, Jaime.

Abraço,
SOL da Esteva

Olavo Marques disse...

Olá talentosos Jaime!

Terminou o poema de forma sublime! Parabéns por mais um excelente poema 👏🏼

Abraços e um bom domingo para si 🤗

pensandoemfamilia disse...

Boa noite
Muito interessante seu poema e que termina de forma espetacular. A parte oculta é para os outros, mas muitos não conhecem as suas próprias sombras.
Que o inventado, criatividade exista para nos encantar. Norma . Abraços.

https://pensandoemfamilia.com.br/blogagem-coletiva/uma-imagem-140-caracteres-69/

Vivir y dejar Vivir...Liz disse...

Querido Jaime, te deseo un precioso fin de semana.
Abrazos y te dejo un beso querido amigo

Vivir y dejar Vivir...Liz disse...

Querido Jaime, te deseo un precioso fin de semana.
Abrazos y besitos querido amigo

" R y k @ r d o " disse...

Poema brilhante que releva três partes da vida. Concordo na íntegra. Para ler, reler e... meditar.
Parabéns pela fascinante inspiração poética.
.
Saudações amigas. Domingo feliz.
.

Mário Margaride disse...

Boa noite, amigo Jaime
Passando por aqui, para desejar uma feliz semana, com tudo de bom.
Abraço amigo

Mário Margaride

http://poesiaaquiesta.blogspot.com
https://soltaastuaspalavras.blogspot.com