Translater

quinta-feira, 26 de maio de 2022

Odisseia [404]

 


Para que o teu corpo de princesa não estranhe
o toque moreno da pele marialva
e para que os teus seios se tenham torneado
com os reflexos vândalos da neve,
violenta mistura de sangue sucedeu.
Ou talvez tenham sido as espadas e os arados,
acasalados no corpo profanado das tuas avós,
que te entranharam os genes da saudade.

Para que as tuas mãos compreendam virgens
a suavidade das nuvens num dia de sol
e para que os teus braços saibam de cor
os contornos do meu corpo de mar,
mil varões e muitos mais escravos

se pouparam de naufrágios.
Ou talvez tenha sido a água bem-aventurada
que herdaste do olhar das tuas antepassadas,
mulheres que navegaram na claridade
dos remendos do pano-cru das caravelas perdidas.

Para que sejas tão perfeita e de mim tão sabedora,
há em ti uma sereia que afasta Adamastores e
uma ninfa da Ilha dos Amores do Canto de Camões.
E eu confirmo, porque avisto, num repente,
no teu beijo com o sabor de séculos,
toda a tragédia dispersa no fado de tanta odisseia.

 

© Jaime Portela, Maio de 2022


38 comentários:

Porventura escrevo disse...

Mais uma vez a devoção plasmada em arte
Adorei jaime

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Gostei desta Odisseia.
Um abraço e continuação de uma boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Pedro Coimbra disse...

Uma perfeita declaração de amor.
Abraço

- R y k @ r d o - disse...

Bom dia:- Existem poetas cuja imaginação não tem limites. É o caso do ilustre poeta Jaime Portela. Ler o que escreve é uma bênção de Deus. O meu enorme aplauso, elogio, e admiração poética. Gostava de saber escrever assim.
.
Saudações cordiais
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

Cláudia disse...

Uau!
Achei sexy e romântico. Muito bom mesmo!

Feliz dia

Caterina disse...

Sublime poesia, i miei complimenti Jaime. Hai un grande talento, buona giornata.

PAULO TAMBURRO. disse...

Sou seu antigo seguidor.
Naturalmente que você esteja contrariada de ler algumas porcarias por esses bloques da vida. Portanto um CONVITE ESPECIAL:
Uma preocupante falha nas percepções dos seres humanos, podem colocar em risco nossas vidas nesse planeta. Tem sido vários e contundentes avisos e alertas da natureza e com tanto desleixo , continuamos errando por aqui.
No nosso blog "Falando sério" discutimos as causas essenciais dos nossos principais riscos por aqui nesse planetinha terra.
Confira
Um abração carioca

Graça Pires disse...

Tanta odisseia para que ela fosse feminina, bela e amada. Belíssimo!
Tudo de bom, meu Amigo Jaime.
Um beijo.

© Piedade Araújo Sol (Pity) disse...

Boa Tarde JP
Um poema com nuances de História e algum romantismo.
Continuação de semana boa cheia de saúde.
Um Beijo
:)

Ailime disse...

Boa tarde Jaime,
Um poema magnífico.
Parabéns pelo talento e inspiração sempre em crescendo!
Beijinhos,
Ailime

Glória Vilbro disse...

Boa tarde, Jaime
Quantas misturas corre no nosso sangue mulato! Somos uma amálgama de sabores, credos, cores. Felizmente que assim é. Da mistura nasce a riqueza.
Muito belo este poema com toques épicos! Beijinhos, bom fim de semana:)

Fatyma Silva disse...

Que lindo e romântico, adorei!
Continuação de boa semana.

Um abraço.

São disse...

Gostei tanto....

Beijinho, Poeta, tudo de bom :)

Cidália Ferreira disse...

Poema brilhante!
.
Coisas de uma Vida

Beijo, e uma boa tarde.

Paula Saraiva disse...

Adorei o poema.
Lindíssimo

Boa Tarde. Beijinhos

Janita disse...

Só um Amor emorme, sentido no mais fundo da alma, pode gerar um poema tão belo, tão poderoso!
Grande declaração de Amor, feita à Mulher perfeita e sabedora desse amor.
Gostei muito, Poeta. Lindo,lindo este poema.

Um abraço, amigo Jaime.

Emília Pinto disse...

" A tragédia acontece nesta vida muitas vezes madrasta: há pessoas a viverenum autêntico labirinto onde, por mais que tentem, não conseguem encontrar a saida. Se, pelo menos, tiverem um amor que os ajude nessa " odisseia," as encruzilhadas tornam-se pontos de descanso, onde podem reflectir, em conjunto, nas opções a tomar. Mas, infelizmente, em vez de amor, encontram muitas vezes uma" prisão " , violência e outros desencantos que , em vez de ajudar, complicam ainda mais a vida, já de si, tão trágica. É bom o amor, quando é cúmplice, aconchegante, quando é o porto seguro onde os problemas são compensados pelo abraço, pelas caricias, enfim...pelo toque suave dumas mãos sempre prontas a proteger. Aqui, é o que encontramos sempre, Jaime, o amor, nas suas mais variadas vertentes, mesmo qua do o tema é esta guerra maldita. Falar dela, creio, também é um acto de amor. Obrigada pelo poema maravilhoso e espero que estejas bem de saúde e sempre rodeado de muito amor. Beijinhos
Emilia

Mário Margaride disse...

Uma bela odisseia, caro amigo Jaime.
Gostei muito, deste belo poema de amor!

Parabéns, pela inspiração!
Continuação de boa semana.
Abraço amigo.

Mário Margaride

http://poesiaaquiesta.blogspot.com

J.P. Alexander disse...

triste y profundo poema. El amor siempre nos hace sufrir. Te mando un beso.

Juvenal Nunes disse...

Um amor marinheiro à deriva do desejo para lá de ventos e marés.
Abraço amigo.
Juvenal Nunes

Olinda Melo disse...


Temos História aqui.
E eu muito agradada quando a poesia
se põe ao serviço desses tempos
outros e trá-los para o nosso
convívio.
E o meu amigo Jaime sabe fazê-lo
excelentemente.
Bom fim de semana.
Abraço
Olinda

PAULO TAMBURRO. disse...

JAIME PORTELA,

primeiro lugar agradecer pela existência desse blogue do qual tenho a honra de ser seguidor.
Quanto a essa Odisseia (404), curvo-me perante a constatação que conseguiste seguir a monumental clareza poética dos dois principais remanescente da Grecia antiga, além da Ilíada!
Homero, autor daquelas obras primas, está aqui agraciado, respeitado e tornado contemporâneo, nesta obra poética que você nos brinda.
Começando pelo final é extremamente espetacular a poética madura e esteticamente exemplar quando arranca beijos seculares, afastando assim todas as tragédias iminentes e prováveis , cópia grandiosa de um fado que pela suas contumazes valoração dos choramingas e soluços de amores autênticos , determina a validade sem data de vencimento de sua inspiração!

Com absoluta certeza reinado da princesa dessa e de nenhuma outra nobre objeto de nossas paixões tenha ou não a pele morena engrandecerão as suas existências ,perante honesta proposição de amor.

As mãos de sua princesa de pele morena e sorte absoluta, sentirão com agrado invulgar o calor do seu amparo e a segurança que só aqueles que em verso ou prosa conseguem , em um poema dessa magnitude e beleza estética, permitir que todos nós viajemos por mares nunca antes navegados e mais pura e bela aventura de amor!

Navegar é preciso e nem viver mais seria mais necessário, pois, poucos momentos de inebriantes de êxtases invulgares substituem séculos de existências frias, efêmera e sem o calor das paixões arrebatadores e aqui descritas de forma eloquente, elegante e irretocáveis.

Digna da Odisseia grega original.

Um abração carioca e excelente fim de semana.

Franziska disse...

Para que sejas tão perfeita e de mim tão sabedora,
há em ti uma sereia que afasta Adamastores e
uma ninfa da Ilha dos Amores do Canto de Camões.
E eu confirmo, porque avisto, num repente,
no teu beijo com o sabor de séculos,
toda a tragédia dispersa no fado de tanta odisseia.

Todo el poema es bello pero esta estrofa final, me ha fascinado. Es tan elocuente que
lo dice todo por sí misma. Sobran, pues, mis palabras. Un abrazo.

Megy Maia disse...

Caro amigo, Jaime!
Minha alma ficou encantada, tanta subtileza na sua escrita!
Um doce e sorridente abraço!
Gratidão!
💝💛💝Megy Maia

Fá menor disse...

Bela tessitura de palavras de poeta!

Beijinhos e bom fim-de-semana!

Mário Margaride disse...

Olá, caro amigo Jaime,
Passando por aqui, relendo este excelente poema que muito gostei, e desejar um bom fim de semana.
Abraço amigo.

Mário Margaride

http://poesiaaquiesta.blogspot.com

Rainbow Evening disse...

like reading a very short story...
wonderful story with beautiful words.
Great poem

SOL da Esteva disse...

Poema magnífico. Me encantei com estes versos.
Parabéns, Jaime.



Abraço
SOL da Esteva

manuela barroso disse...

E valeu a pena toda a tormenta já que a ninfa é a única , a sereia eleita capaz de trazer o refúgio ao poeta
Belíssimo, jaime
Um beijo para ti

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Jaime,
Adoro ler e reler sua
fantástica poesia!
Bjins de bom domingo
CatiahoAlc.

NASSAH disse...

ROMANTIC POEM I LOVED

Mário Margaride disse...

Olá, caro amigo Jaime,
Passando por aqui, relendo este excelente poema que muito gostei, e desejar uma excelente semana com muita saúde.
Abraço amigo.

Mário Margaride

http://poesiaaquiesta.blogspot.com

Majo Dutra disse...

~~~
Olissipo - 'Felicitas Julia'...

Um poema excelente, Jaime!
Os meus parabéns.

Ótimos dias de primavera. Abraço
~~~~~~

rosa-branca disse...

Maravilhoso poema que amei demais. Também por aqui a odisseia tem sido grande...um autentico sufoco. Espero que por aí estejam todos bem. Amigo Jaime, boa semana e beijos com carinho

solfirmino disse...

Ótima construção, Jaime. Gostei muito dos detalhes de Os Lusíadas. Muito bem colocados. Entender que a mulher é ao mesmo tempo sereia e ninfa é um toque de mestre. Uma ótima semana. Abração

Marta Vinhais disse...

Amar...com todos os sentidos em alerta....
Lindo...
Obrigada pela visita; já saí do isolamento, retomo a vida normal.
Beijos e abraços
Marta

Isa Sá disse...

Bonito poema. Parabéns pela escrita!
Isabel Sá
Brilhos da Moda

Marli Franco disse...

Boa noite, Poeta Jaime, declara o Amor com fantásticas imagens!
Aplausos ao rico poema!


Bjs de violetas