Translater

segunda-feira, 4 de julho de 2022

A musa do meu castelo [415]



De atalaia,
qual guarda de castelo impenetrável,
adormeci e deixei-te passar,
desprevenido, pela ponte levadiça.
Invicta, entraste gloriosa
por entre as armas do portão
da minha alma amuralhada.
Célere,
retirei os ramos de oliveira das ameias,
forrei de frieza as paredes e deixei escorrer
um fleumático relento na palavra.
Ainda não seguro,
arranjei um tapete de madrigais incorruptíveis
e deitei-me na geada formal da madrugada.
Demasiado tarde, porque o amor impossível
é tão fiável como o nunca.
Em menos de uma batalha
eras a régia soberana e, inspiradora,
a musa do meu castelo submisso.
Agora, em fogo vivo, as palavras ardem
sem compaixão, uma por uma, com paixão.

 

© Jaime Portela, Julho de 2022


32 comentários:

Paula Saraiva disse...

Lindíssimo poema que adorei ler.
Bom dia. Beijinhos

Regina Graça disse...

O nunca talvez seja mais fiável do que o sempre. E o amor, na sua essência, é já amor possível.

Uma semana repleta de paixão, amigo Jaime

Porventura escrevo disse...

quanta devoção, caro Jaime.
Devoção virada poesia.
Gostei

Caterina disse...

Una lirica bellissima e intensa. Complimenti, ogni volta ci emozioni con i tuoi versi. Buon inizio di settimana. Un abbraccio, amico Jaime.

Graça Pires disse...

"Agora, em fogo vivo, as palavras ardem
sem compaixão, uma por uma, com paixão."
Tão bela e singular a forma como escreves poemas de amor, meu Amigo Jaime.
Tudo de bom para ti.
Uma boa semana.
Um beijo.

Marta Vinhais disse...

Uma nova declaração de amor, vibrante, intensa...em nada impossível....
Gostei muito.
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Gostei deste excelente poema.
Um abraço e tenha um boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

Fatyma Silva disse...

Olá amigo Jaime!
Que belo poema, amei ler!

Desejos de boa semana com muita paz!
Um abraço

Cidália Ferreira disse...

Poema magistral. Obrigada pela partilha. Adorei :)

-
Obstáculos do caminho...

Beijos e uma excelente semana.

Maria Lucia (Centelha) disse...

Aí...ai...quando as palavras ardem com paixão é sinal que da verve de onde nasceram , o fogaréu jamais se apagará. Aplausos, meu poeta!!
Beijos com carinho.

eli mendez disse...

Hola Jaime como estas?
Hermoso poema..siento que muchas veces cuando creemos que el amor no existe, simplemente llega y nos inunda de nuevas sensaciones y sentimientos . volvemos a vivir y esa experiencia es maravillosa como tu poema esperanzador. Abrazo grande querido amigo y muy buena semana para vos.

Ailime disse...

Boa tarde Jaime,
Um poema de amor muito bem estruturado!
Parabéns! Gostei imenso.
Um beijinho e uma boa semana.
Ailime

Andrea Giovanna disse...

Olá Jaime, lindo poema. O poder das palavras, e fluindo de paixão. Parabéns, bjs

brancas nuvens negras disse...

O amor sempre a tomar conta da mão do poeta.
Um abraço.

Carmela disse...

Y es que el amor, a menudo, es así. Cuando menos lo esperamos, llega y nos inunda, se hace mundo dentro de nuestro mundo y no podemos hacer nada, solo rendirnos a él y ser inmensamente felices.
Un poema hermoso lleno de esperanza.
Un beso.

Graça disse...


"um tapete de madrigais" é o que fazes na tua poesia, há tanto tempo. Para quando um livro??

Beijito.

- R y k @ r d o - disse...

O amor é lindo...saber poetá-lo - como tão bem aqui se faz ... é sublime
.
Cumprimentos … uma semana feliz
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

Mário Margaride disse...

Boa noite, caro amigo Jaime,
Mais um belíssimo poema aqui nos presenteia. Onde o lirismo flutua pujante, nestas belas palavras, falando de amor...

Gostei muito.

Votos de uma excelente semana, com muita saúde!

Abraço amigo.

Mário Margaride

http://poesiaaquiesta.blogspot.com

MARILENE disse...

Nenhuma proteção persiste, não é??? Belíssima a entrada da musa nesse castelo. Poema que aplaudo, Jaime. Abraço.

Lucia disse...

Olá caro Jaime
Muito bonito seu poema
Que essas paredes de paixão continue fortes.
Boa noite e feliz semana.
Beijo!

Roselia Bezerra disse...

Bom fim de noite, amigo Jaime!
Lindo poema!
Tecer versos de poesia amorosa é para poetas que amam de verdade.
Parabéns!
Tenha uma nova semana abençoada!
Abraços fraternos

Emília Pinto disse...

" Por onde entra a tua essência ? " Tu perguntas num dos teus belíssimos poemas e sendo o amor o tema mais cantado por ti, Jaime, creio que essa essência, entrou e ficou em cada palavinha dos teus versos. Na caravela dourada, no castelo encantado, encontras de certeza a tua musa inspiradora que lá se esconde para depois, ambos, descobrirem a melhor forma de se amarem, juntando-se os corpos em momentos de grande paixão. E aí está a essência que procuras e, creio, que o amor é o que mais buscamos, todos nós; não há caravelas douradas nem castelos encantados, mas a essência de cada um de nós deveria ser só amor e depois deixá-lo sair do nosso coração para que se espalhe à nossa volta; não façamos do nosso interior uma gaiola, mesmo dorada, onde esse lindo sentimento fique preso...deixemo-lo ir...livre e solto para que toque o coração dos mais empedernidos. Como sempre, belos momentos poéticos, Jaime. Parabéns e obrigada! Beijinhos e saúde para todos
Emilia

J.P. Alexander disse...

Lindo y romantico poema . Es genial cuando alguien que mas te inspira. Te mando un beso.

Luma Rosa disse...

Oi, Jaime!
O amor torna tudo possível!
Estou com a Graça; para quando o livro? Merecemos carregá-lo nas horas vagas por aí :)
Beijus,

Pedro Coimbra disse...

Sou um sortudo - o meu castelo tem três musas.
Abraço, boa semana

Elvira Carvalho disse...

Um belíssimo poema.
Abraço e saúde

© Piedade Araújo Sol (Pity) disse...

Boa Tarde JP
Um poema criativo e cheio de paixão e ternura
Muito belo,conforme já nos habituou.
Desejo uma boa semana com muita saúde e harmonia.
Um beijo
:)

Fá menor disse...

Por vezes a muralha não está bem fortalecida, apesar de todos os esforços nisso.
Mas gosto do modo como bem sabes erguer os teus castelos de palavras.

Beijinhos e boa semana!

Mister Vertigo disse...

Gostei de ler este poema.
Muito boa tarde!

Mister Vertigo disse...

Muito obrigado pela visita e comentário.
Desejo-lhe uma boa semana.
Um abraço!

Isamar disse...

Olá Querido Amigo Jaime,
Fabuloso poema, como sempre, adorei!
Tenha um dia feliz.
Beijinho

Ana Freire disse...

Gostei imenso deste fantástico poema, que nos remete para um apaixonante universo de sensibilidades, castelos e princesas!
Adorei ler! Beijinhos!
Ana