Translate

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Quando a claridade surge




Quando a claridade surge
do ventre da noite,
és a derradeira musa
a esconder-se no palco.
E ainda a noite estrebucha,
já gasta e quase morta,
és a primeira graça
a entrar em cena com luz.

Nessa metamorfose,
demoro-me na indecisa crisálida
que troca de vestes
e acaricio desbragadamente
o teu corpo,
num camarim aceso
pela sorte que me apraz
em ter o ensejo
de te ver assim intacta.

Mas…
Não me pertences… És perfeita,
em mim, integralmente.
És íntegra, para além de mim,
perfeitamente.



44 comentários:

✿ chica disse...

Show de poesia e inspiração, mais uma vez! Lindo ! abraços, tudo de bom,chica

Marta Vinhais disse...

Um amor sem limites... com uma paixão vivida a dois e para além disso....
Se amarmos a vida... temos lugar para todos...
Lindo...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde, Jaime!
Parabéns pelo poema. Excelente!

Beijo e um excelente dia.

Larissa Santos disse...

Mais um belíssimo poema :))

Hoje:- "O meu ilusório, fluindo"

Bjos
Votos de óptima Quinta-Feira

Nataline disse...

Tão giro poema.

Já acompanho o seu blogue há muito tempo e hoje abri o meu próprio espaço onde postarei fotos tiradas por mim, poesias, prosas, mensagens e sentires do coração.
-
https://olharesedeslumbres.blogspot.pt/
-
Vou colocar o seu blogue no meu, esclarecendo que o retirarei de imediato caso assim me seja determinado

Obrigada

Ailime disse...

Boa tarde Jaime,
Um poema lindíssimo na perfeição e beleza do amor.
Adorei o final.
Beijinhos,
Ailime

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Maravilhoso poema amigo Jaime!
Bjs e obrigada pela visita.

Carmen Lúcia.

Nataline disse...

Dando conhecimento, prometendo voltar mais tarde.
-
Hoje abrimos – duas amigas - o nosso blogue onde postaremos fotos originais tiradas por nós, poesias, prosas, mensagens e sentires do coração.
-
https://olharesedeslumbres.blogspot.pt/
-
Obrigada

Hetero Doméstico disse...

E a perfeição não é posse, é livre de ser amada :-)
Um abraço

Andreia Morais disse...

Que poema fabuloso *.*

r: Muito obrigada!
Igualmente*

BETONICOU disse...

Oi Jaime. Mais um belo poema e te parabenizo por mais um texto a nos encher os olhos de poesia, e como um dia você mesmo usou; Da boa! Grande abraço. Temos nova postagem por lá meu caro.

Pedro Coimbra disse...

Uma belíssima declaração de amor.
Aquele abraço, bfds

Pedrasnuas disse...

Todo o corpo do poema é singular! Talvez a fantasia acesa... O que não se toca, deseja-se ardentemente mas reconhecer para além disso; o carácter!

Gostei imenso!

Bom fim de semana, amigo JP

Beijo

Kasioles disse...

Toda poesía que trata de amor, llega al corazón y emociona al lector.
Felicitaciones por ella.
Cariños y buen fin de semana.
kasioles

Os olhares da Gracinha! disse...

E alma do poeta falou assim:
"Mas…
Não me pertences… És perfeita,
em mim, integralmente.
És íntegra, para além de mim,
perfeitamente."
...bj

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Excelente e belo trabalho poético meu amigo, gostei.
Um abraço e bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Célia Rangel disse...

Um olhar assim sobre o amor e o que amamos é a razão de existirmos! Momento encantador na internalização desse poema! Obrigada!
Abraço.

Graça Pires disse...

O amor dito na perfeição das palavras... Um bom fim de semana.
Um beijo.

Ana Freire disse...

E amar é mesmo isso... é libertar!...
Magnifica incandescência, provinda deste belo momento poético, intenso, terno e arrebatador...
Impossível, estas palavras passarem despercebidas... já as anotando, no meu caderninho de futuros destaques!...
Beijinho! Desejando-lhe um feliz fim de semana...
Ana

Arco-Íris de Frida disse...

Mas…
Não me pertences… És perfeita,
em mim, integralmente.
És íntegra, para além de mim,
perfeitamente.

Adorei esse final... belo poema...

Beijos...

Rute Beserra disse...

Muito lindo, o poema. Parabéns Jaime.
Bom final de semana. Bjs

Agostinho disse...

Não vinha aqui há quihentas!
Na sempre incerta linguagem, nunca se sabe suficientemente da arte, para compreender todas as cenas, todos os actos, da encenação ao guarda-roupa do caprichoso ser, ora crisálida ora borboleta, no teatro do amor, porém, o poeta sabe da interpretacāo e leva a cabo a rabo a peça na sua habitual poética certeira.
Abraço.

Acrescenta Um Ponto ao Conto disse...

Simbiose perfeita entre as palavras e o sentimento. Belíssimo poema!

Convidamos a ler o capítulo XIII do nosso conto escrito a várias mãos "Voar Sem Asas"
https://contospartilhados.blogspot.pt/2018/05/voar-sem-asas-capitulo-xiii.html

Votos de excelente fim-de-semana
Saudações literárias

Luísa Fernandes disse...

https://poemasdaminhalma.blogspot.pt/
Olá amigo Jaime!
Mais um poema romântico intenso de fantasia e amor.
Excelente inspiração poética.
Beijo Jaime e bom fim de semana.
Luisa Fernandes

Gil António disse...

.
Bom dia. Passando e elogiando mais uma publicação fantástica. Poema magistral.
.
* Amar-te na periferia do Contratempo *
.
Cumprimentos Poéticos

graça Alves disse...

Adorei, Jaime!
Muito bom revisitá-lo!
beijinho

Zilani Célia disse...

OI JAIME!
PERFEITA, É A PALAVRA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Manuel Veiga disse...

belo e expressivo poema
de elevado nível

forte abraço, caro amigo Jaime

© Piedade Araújo Sol disse...

JP

fantasia..ou apenas o amor em palavras certas e ternas.

um belo poema de amor e ternura.

bom fim de semana.

beijinhos

:)

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Poema de Amor muito expressivo e belo.
Parabéns.

Abraço
SOL

Majo Dutra disse...

Uma musa inspiradora
de sublimes e admiráveis cantos de amor
e de pura e intensa paixão...
Abraço, Amigo.
~~~~

Maria Rodrigues disse...

Palavras de amor profundo e eterno.
Um poema sublime.
Bom domingo
Beijinhos
Maria
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Teresa Almeida disse...

E a cena levaste um poema vestido de luz.
Tão lindo, meu amigo!

Beijinho, Jaime.

Lu Dantas disse...

Que bonito, Jaime! Amar é ser livre! ;)

beijos!

https://ludantasmusica.blogspot.com.br

Arte & Emoções disse...

Belo e profundo o teu poema. A Lua deve ter sido a tua musa inspiradora. Rsrs.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

teresa dias disse...

Belo poema, amigo Jaime.
Íntegro, perfeito, verdadeiro.
Que a claridade ilumine sempre a alma do poeta.
Abraço e boa semana.

rosa-branca disse...

Que haja sempre claridade para iluminar o teu sentir. Maravilhoso poema que amei demais. Adorei o final. Jaime,boa semana e beijos com carinho

Daniel Costa disse...

Jaime
Um poema, na maior parte das vezes é uma peça literária de ficção, por vezes relacionada com gostos pessoais. A presente mesmo se vista por este prisma, pressupõe ser bem conseguida.
Abraço

Mariazita disse...

E assim, jogando habilmente com as palavras, se constrói um GRANDE poema de amor!
Camarins aparte... o Amor está no ar.

Votos de uma boa semana, amigo Jaime.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS


Tais Luso disse...

É isso, amigo Jaime, por onde anda o amor o cenário é sempre belo!
Uma ótima semana, poeta, um beijo!

Smareis disse...

Boa noite Jaime!
Um poema tão belo. Linda inspiração poeta. Um poema brilhante!
Uma boa semana! Um beijo!

Alegria de Viver disse...

Olá Jaime, um bonito poema de amor declarado e beleza poética!
Votos de uma quinta-feira com muita paz!
Abraço!
Diná

Fá menor disse...

Que haja sempre alguém perfeito no horizonte da noite.

Beijinhos, amigo Jaime!

Jaime Portela disse...

*******************************************************************************
Caros amigos, obrigado pelos vossos comentários. Voltem sempre.
Entretanto, acabei de publicar um novo poema. Espero que gostem.
Continuação de boa semana.
Saudações poéticas.
*******************************************************************************