Translater

quinta-feira, 6 de maio de 2021

Covil de nevoeiros [330]

 

Há, em certas coisas que me assaltam,

uma intriga de átomos

na procura quântica da sua órbita

que nem eu próprio sei esclarecer.

A cada passo,

visito esse covil de nevoeiros,

onde florescem as dúvidas

edificadas em raízes engordadas pelo diabo

ou em destemperos, que

[à falta de melhor ideia]

atribuo a deuses brincalhões.

Vacilo no indagar,

mas ao meu ânimo é abismo o patamar

onde o palpável do ser

se confunde com a miragem.

Mas tudo fica claro ao tocar a tua luz,

talvez porque os átomos girem ao contrário

quando chegas até mim

com a nudez de uma pedra preciosa.



48 comentários:

" R y k @ r d o " disse...

Os nevoeiros sempre foram, são e serão, uma incógnita que todo o ser humano gostaria de um dia desvendar. Vê-se o que está perto de nós, mas não se vê o que está para além desse "fumo" branco inócuo e sem cheiro.
Gostei muito deste poema. BRILHANTE na procura do entendimento do que é realmente o nevoeiro. Talvez seja uma mensagem pura de amor vinda do além. Quem sabe...
.
Abraço poético
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

Marta Vinhais disse...

Há sempre dúvidas... mas quando se fala da luz da paixão... nada se questiona...
Brilhante como sempre...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

Cidália Ferreira disse...

Muito bom. Adorei o poema!! :)
.
O pouso da ousadia...
.
Beijos
Uma excelente tarde!

silvia de angelis disse...

Una serie di versi che ho molto apprezzato per il loro contenuto.
Cari saluti,silvia

Maria Lucia (Centelha) disse...

Vive-se num nevoeiro de conflitos, sentimentos inferiores por toda parte, situações a exigir de nós o tempo todo , resiliência. Mas com a Luz é diferente. Tudo muda e pacífica. ..."com a nudez de uma pedra preciosa". Bravos poeta Portela. Linda maneira de falar de amor.
Um beijo.

A Paixão da Isa disse...

mais um lindo poema pois o navoeiro ele faz parte da nossa vida mas por vezes nao é bom é um grande misterio que gostava de conhecer hehe bjs saude

lua singular disse...

Oi Jaime,

Estou meio adoentada, daí o atraso.
Sabe que gosto de suas poesias mesmo quando nossas ideias não se misturam.
Cada um é um ser diferente, mas que sabe apreciar o que é belo, triste e cinzento.
Um beijo no coração
Lua Singular

Sandra Sofia Gonçalves Afonso disse...

Olá Jaime, este teu poema está muito bonito e maravilhoso!! Continuação de uma boa semana para ti, feliz mês de Maio, muitos beijinhos e muita saúde, paz e alegria para ti!!

Fá menor disse...

A luz tudo descobre e acende. Sigamo-la.

Beijinhos.

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e outros textos literários. disse...

A pedra de toque é o amor!
Que seja o amor atômico
Ou talvez seja anatômico...
Ou seja do jeito que for!
Amor tem mais esplendor
Que luz de um sol nascente
E ele mexe com a gente
A inverter o sentido
Atômico, mesmo mantido
A energia envolvente!

Belíssimo poema, caro amigo Jaime! Portugal é um celeiro de poetas. Parabéns! Abraço fraterno, querido amigo! Laerte.

Porventura escrevo disse...

Uma palavra bem escolhida para albergar nevoeiros.
Covil.
Gostei

Megy Maia disse...

Que poema tão enfeitiçado!
Lindo de se ler!
Um abracinho, Jorge!
Megy Maia💙🌺💙

Pedro Coimbra disse...

Não é ficção científica é pura ficção literária, desvario da alma.
Abraço, bfds

J.P. Alexander disse...

Uy que lindo poema m muy romántico te mando un beso

Juvenal Nunes disse...

Para lá dos caminhos que trilhamos, mais ou menos inseguros, o amor é sempre o mais apetecido lenitivo.
Abraço poético.
Juvenal Nunes

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Gostei amigo Jaime.
Um abraço e bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Maria Dolores Garrido disse...

Olá, Jaime, bom dia!
Afinal, de 'um covil de nevoeiros', pode nascer uma luz 'preciosa'. Às vezes, do aparente caos, nasce uma flor que parecia improvável.
Muito belo e visual este seu poema.
Abraço e bom fim de semana.

Isamar disse...

Querido Amigo Jaime,
Não posso deixar de voltar a agradecer as suas palavras tão amáveis.
E fica sempre claro que aqui escreve um Poeta de um enorme talento poético.
Continuo a admirar a sua escrita, sempre tão inteligente e a transbordar de inspiração.
Que o seu fim-de-semana seja muito feliz :)
Um beijinho ♥

Graça Pires disse...

"Mas tudo fica claro ao tocar a tua luz,
talvez porque os átomos girem ao contrário
quando chegas até mim
com a nudez de uma pedra preciosa."
Belíssimo, meu Amigo Jaime.
Muita saúde.
Um beijo.

São disse...

No meio do nevoeiro .. é bom quando se descobre um caminho para nos salvar.

Beijinho, bom fim de semana, querido amigo :)

Beatriz Pin disse...

Tam fermoso como complicado de ler! Ao final, tudo se esclarece, e os átomos giran do lado que traze a luz de despeja os nevoeiros.
Sempre é um prazer ler a súa poesía.
Boa fin de semana.
Abraço

baili disse...

fog seems to have mysteries and that is what provoke us to go through it :)

spectacular poetry!
blessings!
loved the last lines most so true

Ygraine disse...

Ah, those playful Gods...who trifle with our lives and our passions!
If we are brave enough to enter the abyss within, then the light within the precious stone can be won, and the errant Gods defeated...😉
A breathtakingly beautiful poem, as always, dear Jaime...I actually lived it as I read.😊😊

Have a super weekend, my friend!

Kisses xxx

Dalva Rodrigues disse...

Que mente inspirada tem meu amigo, Jaime, sempre me encanto!
Encontros e desencontros dentro de uma galáxia em conflito, a luz sempre atrai, seja para o bem ou para o mal, temos que observar com muita atenção para não cair na cauda de um cometa.
Muito obrigada pelas palavras de incentivo, tá saindo.
Abração e bom final de semana!

Pedro Luso disse...

Olá, amigo Jaime,
parabenizo o ilustre poeta pelos caminhos que andou na feitura deste poema singular até chegar ao seu ápice, qual seja o seu canto afinado ao sentimento amoroso. Parabéns, poeta!
Um bom final de semana.
Grande abraço.

Giancarlo disse...

buon weekend

Sandra Figueroa disse...

Toda niebla desaparecerá con la luz del amor. Lindo poema amigo Jaime. Saludos.

Lígia Casaca disse...

Excelente e Inesquecível poema! Outros tempos...
Bom fim de semana, Jaime.

Beijo

yonosoymillenium disse...

me ha encantado, siempre es un placer leerte

Maria Rodrigues disse...

Todas as dúvidas se dissipam, quando a luz do amor ilumina o coração e alma.
Maravilhoso poema.
Beijinhos

Ana Bailune disse...

"Tudo fica claro ao tocar a tua luz." Lindo verso, um belo poema!

stella disse...

Búsqueda necesaria para encontrar aquello que deseamos y ¿sabes? las dudas son compañeras de camino hasta que al fin descubrimos con seguridad que hemos llegado a lo ansiado
Un abrazo
Carmen

Fê blue bird disse...

Amigo Jaime,

Tem a sorte de ter uma luz que lhe indica o caminho, nesse covil de nevoeiros.
E mais sorte ainda, de possuir uma capacidade poética tão maravilhosa.

Um beijinho, feliz fim de semana




Teresa Almeida disse...

Já ia dizer que andamos perdidos e a miragem é um estado natural, mas afinal ... tu encontras a luz. E tem o toque e a nudez de uma pedra preciosa.

E um brilho único, digo eu.


Grande abraço, amigo Jaime.

Amélia disse...

Parabéns poeta por mais um maravilhoso poema.
Bom fim de semana poético.
Bjs

Alice Alquimia disse...

Somos a beleza de nossas palavras. Lindos e delicados esses seus versos.

SARA disse...

Olá amigo Jaime!
Como sempre um lindo poema que parte o coração de qualquer pessoa já não quero dizer mulher um bjo lindo domingo.

Duarte disse...

Jaime, é um dom, mas escrever assim é entrar noutra dimensão.
Quando a ciência entra desse modo na poesia é todo um deleite para os sentidos. Parabéns.
Um forte abraço

Elvira Carvalho disse...

Com o devido respeito subscrevo o comentário do Duarte.
Abraço, saúde e boa semana.

Olinda Melo disse...


Um porto seguro no meio de procuras e conflitos.
Um belo poema, caro Jaime.
Adorei.
Abraço
Olinda

eli mendez disse...

Siempre tenemos a alguien que enciende nuestro camino y nuestra vida con su amor..
Bellas letras querido Jaime
Siempre un placer llegar hasta tu rincón poético.
abrazo grande y bonita semana

Agostinho disse...

Viva, Jaime Portela
já não era sem tempo. Passei pela Ana Freire e de lá tomei os carris para Viana. Muitos impedimentos, obras na via e o comboio que não anda.
Vim ver as novidades, a temperatura sentimental a que se incubam as belas poesias de amor. Logo ao entrar dou de caras com a imagem de uma tela de inspiração cubista, a flutuar no mar-estuário do Rio Sem Margens. Bom!
E o poema?
Vou começar a ler...
nudez brilhante, por tanta energia desperta. O Poeta sabe desencadear a reacção. Ainda tive receio, a início, de que Zeus andasse por aí disfarçado e deixasse o Poeta apeado. Sabemos o que aconteceu a Europa, não é?
Gostei, Jaime.
Abraço.

© Piedade Araújo Sol disse...

JP

que essa luz nunca se apague para descobrires as pedras preciosas que existem por aí.

Semana abençoada com muita paz e saúde.
Beijinhos
:)

Ana Freire disse...

Um poema de grande densidade poética...
Deliciosa inspiração, que foi um gosto imenso descobrir e apreciar, Jaime!
Deixo um beijinho, e votos de continuação de uma excelente semana!
Ana

Simple Girl disse...

Tão bom quando há quem nos ilumine :)

Pedro Luso disse...

Olá, Jaime, vim para ver as novidades e para desejar uma boa semana ao poeta amigo.
Grande abraço.

Mariazita disse...

Momentos de dúvidas e incertezas assaltam toda a gente, uma vez por outra.
Mas quando desaparece o nevoeiro e surge a luz... todas sa indecisões desaparecem.
Lindo poema, querido amigo Jaime.

Continuação de boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

teresadias disse...

Confesso poeta, li e reli o teu poema e logo um nevoeiro cerrado me deixou sem palavras para o comentar.
Então, optei pelo simplinho: GOSTEI MUITO!
Beijo, querido amigo.