Translater

quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Sem verbos falados [355]

 

Vendo, à lupa, o implodir do sonho,

que valores existem

para quem vê o ânimo esmagar-se

como se estivesse

dentro de um edifício a ser demolido?

Quando penso em ti,

abandonado, que teorias existem

para quem não vê quebrada

a regra que impede o festim

de me alimentar da tua nudez?

Porque não te tenho,

tenho a alma triturada

como grão de milho passado na mó,

tenho a razão ruminada

como um penso de palha

no bucho do gado,

tenho a verve sem verbos falados

à espera das tuas respostas.


 

© Jaime Portela, Outubro de 2021




48 comentários:

Olinda Melo disse...


A vida sem sonhos é uma vida vazia,
mormente se neles cabe a esperança
de uma amor correspondido.
Poema lindo, caro Jaime.
Adorei.
Abraço
Olinda

Caterina disse...

Versi incantevoli. Ogni volta è un'emozione leggere le tue poesie. Buona giornata.

" R y k @ r d o " disse...

Intenso, profundo, sábio poema
Será que dizendo essas palavras à/ao amada/o ela/ele perceberia o quanto penetrantes no ego e no coração, são?
.
Saudações poéticas
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

Porventura escrevo disse...

Um poema que retrata a rotina de tanta e tanta gente.
Muito bem, Jaime

silvia de angelis disse...

Una lirica intensa, e molto raffinata, in cui la suggestione dà motivazioni al pensiero...
Poesia apprezzata.
Un caro saluto,silvia

Ailime disse...

Boa tarde Jaime,
Gostei imenso deste poema que é magnífico.
Respostas que só amor pode dar.
Aproveito para lhe desejar um bom fim de semana.
Beijinhos,
Ailime

Mário Margaride disse...

Excelente poema.
Onde o poeta deambula na essência das suas emoções, sentindo o vazio que elas encerram.

Parabéns, caro amigo Jaime.
Gostei muito!
Continuação de boa semana.
Abraço amigo.

Mário Margaride

http://poesiaaquiesta.blogspot.com

Lucinalva disse...

Boa tarde, Jaime
Ótimo poema, um forte abraço.

São disse...

Se estás sem verve, não se nota rigorosamente nada, meu querido amigo!

Beijinho, bom resto de semana :)

Tais Luso de Carvalho disse...

Muito bonito, bem criativo, amigo Jaime!
Um bom fim de semana que está já pintando. Aqui, a sexta-feira já tem cara de fim de semana...
Beijinho.

Mariazita disse...

Não permitas a implosão dos teus sonhos, já que, sem eles, os teus excelentes poemas perderiam grande parte do seu brilho.
Portanto, meu querido amigo Jaime, continua igual a ti mesmo, ou seja, um grande poeta.

Continuação de boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS


Cidália Ferreira disse...

Como sempre, poema maravilhoso! Adorei :))
*
Enquanto eu sentir esta força de viver
*
Beijos e uma boa noite!

Majo Dutra disse...

Um poema como sempre apaixonado, sentido, belo e algo hilariante...
Do tua melhor inspiração e expressão.
Dias saudáveis e bons. Abraço, amigo Jaime.
~~~~~~

J.P. Alexander disse...

Bello poema, los sueños son los que nos hacen seguir. Te mando un beso

Pedro Coimbra disse...

Puxado do fundo do coração.
Abraço, bfds

Maria Lucia (Centelha) disse...

Gosto desse teu estilo de falar das coisas simples, ou complicadas, com classe e poesia.
Dá muito prazer em te ler, poeta Jaime Portela.
Beijinho e feliz sexta feira !!

Graça Pires disse...

Cantas o amor, mesmo quando está ausente, sempre com a mesma mestria. É um gosto ler-te, meu Amigo Jaime.
Um bom fim de semana.
Um beijo.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Excelente poema amigo Jaime, gostei.
Um abraço e bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
Livros-Autografados

SEM FRONTEIRA "Fatima" disse...

Um belíssimo poema, amigo Jaime!
Poema escrito com a alma e com a calma dos sentimentos.Lindo cada verso.

Desejando um feliz fim de semana.
Beijos e muita paz.

ValeriaC disse...

Maravilhoso poema!!!
Ahhh... esse ansiar por respostas, por reciprocidades, machuca, dói na alma e no coração...e você soube escrever lindamente todos estes sentimentos , de uma forma intensa e profunda! Parabéns Poeta!
Um bom fim de semana, um abraço
Valéria

Beatriz Pin disse...

Se um amor ausente faz que escribas poemas tão belos e profundos, não tudo esta perdido. A vezes, ser feliz, não é rentabel poeticamente, se bem o é noutras dimenções.
Eu desejo te felicidade.
Um abraço e bom finde

A Paixão da Isa disse...

muito bonito feliz fim de semana bjs saude

Isamar disse...

Olá Querido Amigo Jaime,
Mais um esplêndido poema, repleto de inspiração.
Votos de um excelente fim-de-semana!
Beijinho

Amélia disse...

Mais um belíssimo poema. Gostei muito de ler
Bom fim de semana
Bj

Lucia disse...

Muito belo poema.
Bom final de semana Jaime.
Beijo!

Emília Pinto disse...

Aqui falas de um verbo dos mais conjugados em todo o lado, embora por vezes se erre nas formas, nos tempos, se é presente, se futuro se é imperativo. Imperativo é que se ame, creio, mesmo errando, mesmo que,como aqui mostras, haja desilusões , desencontros e perguntas para as quais não obtemos respostas. Todos os verbos da lingua portuguesa são dificeis de conjugar, mas, no caso do verbo amar, há que juntar-lhe outros importantes, ensinar e aprender, esperar, compreender e....perdoar. O amor também se ensina e consequentemente o aprender, a perdoar. Os valores são-nos incutidos desde cedo e alguns devemos prendê-los a nós, de tal jeito que permaneçam enquanto por cá andarmos e um deles é a capacidade que temos de valorizar as grandes Amizades que foram criadas em tempos idos mas que valem a pena conservar e homenagear, como a que, em forma de poema fizeste ao teu Amigo Estevinho. Tantos verbos, Amigo Jaime, todos importantes, quer sejam falados, pensados ou só sentidos e homenagear pode ser incluido na lista dos essenciais à nossa vida. E...espera...as tuas respostas chegarão, vais ver, Jaime. Entretanto, fica um abraço e os votos de que tenhas sempre o amor à tua volta. Gostar...outro verbo importante e eu gostei deste, do anterior e gosto sempre muito de vir cá. Bom fim de semana
Emilia

Kinga K. disse...

Deep poem ❤

Paula Saraiva disse...

Muito intenso, gostei muito.
Bom fim de semana.

https://duasirmasmaduras.blogspot.com/

Paula Saraiva disse...

Gostei muito.
Bom fim de semana.

https://duasirmasmaduras.blogspot.com/

Paula Saraiva disse...

Gostei muito.
Bom fim de semana.


https://duasirmasmaduras.blogspot.com/

Kinga K. disse...

Nice questions...❤

Teresa Isabel Silva disse...

Como sempre as palavras são belas, certeiras e sábias!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

rosa-branca disse...

Maravilhoso poema que amei demais. Desígnios do verbo amar...e as respostas que nunca chegam...que provavelmente nunca teremos. Jaime, bom fim de semana e beijos com carinho

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e outros textos literários. disse...

Não deixe findar o sonho,
Prezado Jaime Portela
Olhe a vida e sinta aquela
Aura de um sol risonho!
E eu ainda proponho
Ao nobre amigo poeta
De tua verve a seleta
E augusta luz que alumia
Teu sonho e a siga por guia
E faça de um sonho a tua meta!

Lindíssimo poema, meu amigo! Sempre nos surpreendendo com tuas maravilhosas postagens. Parabéns e meu fraternal abraço do outro lado do mar, mas com o coração de ancestrais, com amor em Portugal. Bom fim de semana, irmão! Laerte.

Fatyma Silva disse...

Excelente poema, meu amigo jaime!
Amei😍

Beijos e bom fim de semana.

Fá menor disse...

Ainda que falte tanta coisa, que não falte o ânimo, nem o sonho, nem o verbo.

Beijinhos.

Sandra Figueroa disse...

Intenso y bello poema. Saludos amigo. Jaime.

© Piedade Araújo Sol disse...

JP

Bonito poema, cheio de sensibilidade.
Bom domingo com saúde e paz.
Beijinhos
:)

Mário Margaride disse...

Olá, caro amigo Jaime.
Passando por aqui, relendo este excelente poema que muito apreciei, e desejar a continuação de bom domingo, e uma excelente semana!
Abraço amigo.

Mário Margaride

http://poesiaaquiesta.blogspot.com

Rosemildo Sales Furtado disse...

Como sempre, nos brindas com mais uma bela obra Jaime. Sonhar é um dos nossos direitos que jamais deverá ser confiscado.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

Kathy Leonia disse...

so pretty

Teresa Almeida disse...

Um poema de caminhada e esperança. Sempre bem alto, amigo Portela.

Beijos, poeta.

Maria Dolores Garrido disse...

'O implodir do sonho' é sempre desilusão e tristeza. Porém, passando a ser realidade poética, permanecem as palavras e essas mantêm-se e até se reconstroem, trazendo mais alegria, ainda que sem ilusão.
Um abraço, Jaime

Mário Margaride disse...

Boa Tarde, caro amigo Jaime.
Passando por aqui, relendo este excelente poema que muito apreciei, e desejar continuação de ótima semana.
Abraço amigo.

Mário Margaride

http://poesiaaquiesta.blogspot.com

SEM FRONTEIRA "Fatima" disse...

Boa noite amigo Jaime!
Um belo poema que retrata a realidade de muita gente.

Beijos de paz.

Marli Franco disse...

Boa noite, Poeta Jaime, a intensidade dos sentimentos são a luz perfeita na poética.
Bela tua criação!
Bjs de violetas

Rainbow Evening disse...

hope, things will be better...
optimism



Ana Freire disse...

Neste momento, o mundo é mesmo um edifício a ser demolido, com as consequências da nossa omissão e negligência à escala global!
Um belo poema, que nos faz enveredar também, por varias leituras alternativas!
Inspiração sempre em alta, por aqui, Jaime! Parabéns!
Beijinhos! Continuação de uma boa semana!
Ana